Coluna

Política

Bastidores

01/07/2020 05h00
Por: Redação
Deputado Heli Andrade começa a polarizar a sucessão municipal com o vereador Thiago Mariscal - FOTOS: Divulgação
Deputado Heli Andrade começa a polarizar a sucessão municipal com o vereador Thiago Mariscal - FOTOS: Divulgação

GRILO vs BULLDOG

As eleições municipais irão esquentar em pleno inverno, com a polarização dos pré-candidatos à sucessão do prefeito Paulo Piau. A polarização ficará entre o deputado Heli Andrade (PSL) com o vereador Thiago Mariscal (PSC).

 

PROCESSO CRIMINAL

O deputado Heli Andrade e Franco Cartafina ajuizaram ação criminal por calunia e difamação contra o vereador Thiago Mariscal, em decorrência de publicação realizada “Muda Uberaba”, a postagem acusa os vereadores de estarem ligados a investigação da polícia federal.

 

PEITO DE AÇO

Após várias denúncias infundadas, fake news, e ataques a integridade e a moral de pessoas contrárias aos pensamentos do vereador Thiago Mariscal, o deputado Heli Andrade e Franco Cartafina tiveram a coragem de bater de frente perante o Judiciário.

 

INELEGÍVEL

Eventual condenação do vereador Thiago Mariscal (PSC) por calunia de difamação, além de gerar indenização às vítimas, poderá deixar o vereador inelegível, sepultando sua curta carreira política.

 

FAKE OU NÃO 

Coincidentemente viralizou nas redes sociais suposto esquema de “rachadinhas” realizadas pelo vereador Thiago Mariscal, cujas denúncias já foram publicadas pela coluna BASTIDORES. Agora cabe as autoridades competentes apurar se é fake ou não.

 

PEC DAS ELEIÇÕES

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre o adiamento das eleições deve ser votada pela Câmara hoje, afirmou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). 

 

NOVOS HORIZONTES

A diretora geral do Cesube Giovanna Meireles desincompatibilizou da instituição, após seis anos de várias conquistas e realizações à frente da FCETM/Cesube.

 

SAIU SEM ENTRAR

Nomeado para o Ministério da Educação, o professor Carlos Alberto Decotelli entregou ontem carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O pedido foi aceito pelo chefe do Executivo Federal, segundo assessores do Palácio do Planalto. A demissão vem após polêmicas sobre o currículo do professor, que apresentava diversos cursos que ele não tinha. 

 

MAIS DOIS DEVEM SAIR

O presidente Jair Bolsonaro tem sido aconselhado por auxiliares e parlamentares a ampliar sua "agenda positiva" na relação com outros Poderes e substituir os ministros Ricardo Salles, do Meio Ambiente, e Ernesto Araújo, das Relações Exteriores. Embora contem com o apreço do presidente e do núcleo ideológico, os dois são considerados problemáticos por integrantes do próprio governo e vistos como entraves para o avanço de acordos comerciais internacionais.

 

DESISTIU

O jornalista José Luiz Datena, filiado ao MDB, deu "bom dia" aos seus ouvintes na Rádio Bandeirantes às 10h de ontem. Com isso, ele desiste oficialmente de concorrer nas eleições municipais deste ano. Isso porque, caso quisesse disputar o cargo de prefeito ou de vice-prefeito de São Paulo, como chegou a cogitar, ele teria que encerrar suas atividades no rádio e na televisão até ontem, prazo final estipulado pelas regras do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

PROJETO DAS FAKE NEWS

O Senado faz um movimento para restringir a atuação de políticos nas redes sociais, entre eles o presidente Jair Bolsonaro. O parecer do projeto de lei das fake news, em pauta ontem, proíbe mandatários de cargos eleitos do Executivo e do Legislativo de bloquear seguidores em seus perfis nas redes sociais.

 

VENDA DE SENTENÇA

A Polícia Federal cumpriu ontem, 17 mandados de busca e apreensão contra desembargadores, juízes, advogados e empresários investigados por suspeita de participação em um esquema de venda de decisões judiciais em processos de recuperação judicial de empresas no Tribunal de Justiça de Goiás.

 

MAIS UM EM UBERLÂNDIA

A Câmara Municipal de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, cassou o vereador Silésio Miranda (PT) e retirou os seus direitos políticos. Por 24 votos a 0, com uma ausência, ele foi considerado culpado pelos pares por uso indevido da verba indenizatória e obtenção de vantagens indevidas. A votação ocorreu na segunda-feira (29).

 

PRONAMPE

Desde ontem, microempresários interessados em acessar a linha de crédito BDMG Pronampe já podem se cadastrar previamente no site www.bdmg.mg.gov.br. Nos próximos dias, o banco iniciará a operação da linha e a liberação dos recursos. Poderão acessar o BDMG Pronampe as empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil e com data de fundação até 18 de maio de 2019. A liberação dos recursos terá data limite de 19/8/2020, com possibilidade de prorrogação até por 3 meses, condicionado à disponibilidade de recursos do programa. Portanto, quanto mais cedo a microempresa realizar o cadastro, mais chance terá de obter o crédito.

 

TAXA E DEMAIS CONDIÇÕES   

A linha possui condições excepcionais de mercado: juros de 1,25% ao ano + Selic, com prazo total de 36 meses – sendo 8 meses de carência e pagamento em 28 parcelas. O crédito poderá ser aplicado em capital de giro ou em investimentos, com limite máximo de contratação de 30% da receita bruta da empresa em 2019.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários