Polícia

Após investigações de força integrada em Uberaba, carga de 120 kg de pasta base de cocaína é interceptada

A carga de pasta base, o veículo e a dupla foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Água Boa (MT)

04/07/2020 05h00
Por: Redação

Um dia depois de 400 kg de pasta base de cocaína serem apreendidos em Jussara, no interior de Goiás, nova ação integrada entre as forças de segurança de Minas Gerais e Mato Grosso interceptou um carregamento de 120 kg da mesma substância na região de Canarana (MT), a 838 km de Cuiabá, na quinta-feira (2). Dois homens foram presos.

Levantamentos feitos pelo Serviço de Inteligência da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) - Núcleo Uberaba – composta pelas polícias Federal, Civil e Rodoviária Federal – apontaram que o carregamento de pasta base, avaliado em cerca de R$ 4 milhões, saiu da fronteira do Mato Grosso e que, possivelmente, teria como destino os estados de Goiás e Minas Gerais.

Após a troca de informações com a Delegacia de Polícia Federal (DPF) de Barra do Graças, PF/GISE-MT e Polícia Militar (PM) do Mato Grosso, foi realizada uma operação, na qual foi abordada uma caminhonete, ocupada pelos dois homens responsáveis pelo transporte da droga, e apreendido um rádio transmissor.

A carga de pasta base, o veículo e a dupla foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Água Boa (MT).

 

Pasta base em Goiás - Na última quarta-feira (1º), foi apreendido um carregamento de 400 kg de pasta base de cocaína em Jussara, no interior de GO. Três homens, responsáveis pelo transporte da droga da Bolívia para o Brasil, foram presos em flagrante.

A apreensão da droga e a prisão dos suspeitos foram possíveis depois de informações repassadas pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) - Núcleo Uberaba ao Comando de Operações de Divisas (COD/PMGO), Delegacia de Polícia Federal de Barra do Garças (MT) e PF/GISE-MT.

A apuração do caso começou há cerca de 20 dias e, durante as investigações, foi descoberto que a droga seria distribuída em Goiás e Minas Gerais.

A carga de entorpecentes, avaliada em cerca de R$ 10 milhões, veículos e presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal de Barra do Garças. O trio foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários