Polícia

Homem é morto espancado e apedrejado no Morumbi

O homicídio aconteceu na madrugada de ontem no bairro Morumbi

12/07/2020 05h00
Por: Juliano Carlos
Vítima foi morta na principal avenida do bairro - Foto: Juliano Carlos
Vítima foi morta na principal avenida do bairro - Foto: Juliano Carlos

 

Um homem foi morto após ser espancado e apedrejado na cabeça em Uberaba. O homicídio aconteceu na madrugada de ontem no bairro Morumbi, onde segundo informações de uma testemunha, a vítima Josenildo dos Santos, de 29 anos, conduzia uma motocicleta Honda CG Titan com placa de Uberaba pela via sentido bairro Nova Era. Josenildo tinha como passageiro suspeito L.T.S., de 30 anos. Em determinado momento eles iniciaram uma discussão sendo que Josenildo parou a moto e L., começou a agredi-lo com socos e chutes. A vítima caiu ao solo e o acusado pegou um bloco de concreto e acertou várias vezes a cabeça dele que ficou desfalecido e inconsciente. Após o crime o acusado fugiu. 

Uma viatura da Polícia Militar passou pelo local deparou com a vítima caída, os policiais acionaram socorro. 

Uma ambulância médica do Samu foi ao local e ela equipe médica constatou que Josenildo estava morto. Os policiais isolaram a área e o perito criminal Apollo Nobre Torres da perícia técnica da Polícia Civil realizou os trabalhos técnicos. Em seguida o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Os militares iniciaram levantamentos e conversaram com a testemunha que presenciou o crime. O homem relatou todos os fatos os militares que continuaram as   diligências, foram até uma residência na rua Maria Ângela Cusinato, no bairro Nova Era, e prenderam o acusado L. que confessou o crime. Ele disse que estava em um churrasco mais cedo com amigos e a vítima que lhe ofereceu carona. No caminho a vítima mudou o trajeto da casa dele e eles começaram a discutir, sendo que ele agrediu até a morte. O acusado de homicídio preso foi levado até a delegacia onde teve a prisão confirmada pelo delegado de plantão. Na manhã de ontem ele foi encaminhado para o presídio e permanece a disposição da Justiça. 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários