PMU
Eco50

Vice-prefeito pede SOS à Eco050 para acessos urbanos à Uberaba

Em novo ofício à Eco050, Ripposati renovou pedido de complementação do trevo de entrada ao bairro Alfredo Freire

23/08/2019 06h00
Por: Redação
Vice-prefeito João Gilberto Ripposati solicita à Eco050 priorização de acessos da BR-050 aos bairros
Vice-prefeito João Gilberto Ripposati solicita à Eco050 priorização de acessos da BR-050 aos bairros

Ontem, o vice-prefeito João Gilberto Ripposati acompanhou de perto as obras de recomposição asfáltica nas vias de acesso ao Alfredo Freire, antiga reivindicação dos moradores, agora executada pela Codau.

Ripposati reconhece a importância social desse serviço que vai proporcionar maior fluidez e segurança no trânsito. Ele, contudo, persiste na defesa de outras melhorias fundamentais para acesso ao bairro, face ao crescente desenvolvimento populacional e habitacional na região.

Em novo ofício à Eco050 (concessionária que administra a rodovia), Ripposati renovou pedido de complementação do trevo de entrada ao bairro Alfredo Freire, com a construção de mais duas alças, que permitirão os acessos diretos ao Distrito Industrial I – tráfego oriundo da BR-050 (Norte) – e à BR-050 (Sul), do tráfego oriundo do DI-I.

Conforme o vice-prefeito, o tráfego nesses locais é predominantemente pesado e da forma como é feito hoje, ou seja, adentrando ao bairro, tem causado inúmeros acidentes, inclusive com vítimas fatais, além de prejuízos diversos devido às restrições de mobilidade impostas aos moradores lindeiros.

Também no ofício, o vice-prefeito solicita à Eco050 priorização das demandas de adequações necessárias em outros pontos críticos da BR-050/acessos urbanos aos bairros. “Ressaltamos a necessidade de priorizar essas benfeitorias face ao crescente desenvolvimento das regiões Noroeste e Sudoeste, que somam mais de 15 bairros e população em torno de 60 mil habitantes”, destaca o vice-prefeito.

Segundo Ripposati, o acesso da população a esses bairros é feito através dos viadutos/eixos urbanos que cruzam a BR-050 e frequentemente são registrados acidentes com mortes, evidenciando a urgência nas adequações e manutenções nesses locais.

No ofício à Eco050, o vice-prefeito solicita também a implantação de iluminação pública num trecho de 8,3 quilômetros, compreendendo os bairros Margarida Rosa Azevedo/Volta Grande, Estrela da Vitória, Vila Planalto, Pacaembu, Morumbi, Beija-Flor, Alfredo Freire, Distrito Industrial I, Dea Maria e Distrito Industrial II (km 164 ao 183).

Com a compra da Concessionária de Rodovias Minas Gerais Goiás S.A. pelo Grupo EcoRodovias, finalizada em 30/05/2019, a concessionária MGO Rodovias passa a se chamar Eco050. A nova concessionária da BR-050 agora é a responsável, até janeiro de 2044, pela administração, recuperação, conservação, manutenção, ampliação e operação da BR-050 (GO/MG), no trecho de 436,6 quilômetros que começa no entroncamento com a BR-040, em Cristalina (GO), e se estende até a divisa de Minas Gerais com São Paulo, no município de Delta (MG).

 

BR-050 tem redução nas tarifas de pedágio

A Concessionária de Rodovias Minas Gerais Goiás S.A.- Eco050 informa que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), responsável pela regulação e fiscalização do contrato de concessão da BR-050/GO/MG, aprovou a 4ª Revisão Ordinária, a 8ª Revisão Extraordinária e o Reajuste da Tarifa Básica de Pedágio – TBP, atualmente em vigor nas praças de pedágio da BR-050.

 De acordo com a Deliberação nº 833, de 20 de agosto de 2019, publicada no DOU – Diário Oficial da União em 21 de agosto de 2019, as novas tarifas de pedágio a serem praticadas pela Eco50 passam a vigorar a partir de hoje.

Os valores das tarifas por praça de pedágio variam em decorrência do TCP – Trecho de Cobertura da Praça, estabelecido no contrato, ou seja, a tarifa de cada praça é igual ao TCP multiplicado pela TBP (Tarifa Básica de Pedágio). A tarifa básica é aplicada a veículos de passeio (categoria 1); outras categorias de veículos têm preços diferenciados.

Dessa forma, a tarifa básica de pedágio da praça Ipameri (GO) passa de R$ 6,80 para R$ 6,40; na praça Campo Alegre Goiás, o pedágio passa de R$ 7,30 para R$ 6,90; na praça de pedágio Araguari 1, a tarifa passa de R$ 5,50 para R$ 5,20; na praça Araguari 2, de R$ 4,30 para R$ 4,00; na praça Uberaba, o pedágio passa de R$ 6,00 para R$ 5,70; e na praça Delta muda de R$ 4,30 para R$ 4,00. A variação média foi de -5,96%.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias