PMU
Acre

Governo do Acre decreta estado de emergência devido à estiagem e queimadas

A publicação foi divulgada no Diário Oficial do estado

24/08/2019 06h00
Por: Redação

O governo do Acre decretou, ontem, estado de emergência devido ao período de estiagem no estado e ao número de queimadas. A publicação foi divulgada no Diário Oficial do estado, e o governador Gladson Cameli concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre a situação. O decreto leva em consideração a escassez de chuva, a baixa umidade relativa do ar e as queimadas. Na manhã desta sexta-feira, o rio Acre chegou a 1,55 metro. “Os meses de agosto e setembro são historicamente de maior criticidade de ocorrência de incêndios florestais e queimadas urbanas, devido aos baixos índices de precipitação pluviométrica e fluviométrica, em consequência a baixa umidade relativa do ar e a elevada emissão de monóxido de carbono e material particulado no ar”, pontua. Agora, o governador tem 10 dias para mandar o relatório ao governo federal para que ele reconheça ou não a situação de emergência.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias