Coluna

Para que serve a cultura?

Luiz Hozumi

26/07/2020 05h00
Por: Redação

Quando será possível assistir uma peça de teatro novamente? Ou um espetáculo de dança? Aquele concerto da orquestra então? Quando poderemos visitar uma exposição de arte, ou ainda assistir um filme em um cinema? São perguntas que talvez poucas pessoas façam, mas infelizmente o poder público de Uberaba parece que nunca as fez. Praticamente não houve ação por parte do poder público municipal para mitigar os efeitos da pandemia no setor e somente agora tem planejado alguma atividade via recursos da lei federal Aldir Blanc.

Ainda assim não foi apresentado nenhum plano de retomada para as instituições culturais. Segundo relatório da Unesco e do Conselho Internacional de Museus (Icom, em inglês), 85 mil museus e centros culturais estão fechados em todo o mundo, e aproximadamente 13% deles podem não retomar suas atividades após a liberação para a reabertura. Em São Paulo há previsão de centros culturais abertos em setembro, adaptados as medidas de segurança para o período em todas as atividades possíveis.

Em Uberaba nem os equipamentos pertencentes ao município tem algum plano de retorno.  É necessário refletirmos outras perguntas, antes mesmo de encontrarmos respostas para a falta de valorização e consideração com um setor que gera mais empregos no mundo que a indústria automobilística. Para que serve a cultura? Sem essa resposta ficaremos presos nos carros estacionados no novo normal, quem sabe em algum drive in?

 

 PRÊMIO DA MÚSICA POPULAR MINEIRA

A Rádio Inconfidência publicou o Edital 002/2020 abrindo inscrições para o  Arte Salva – Prêmio da Música Popular Mineira. O Edital, que tem o intuito de valorizar e reconhecer os talentos mineiros e promover a música produzida no estado é viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais e tem o patrocínio da Cemig. Estão previstos 63 mil reais em prêmios, divididos em 9 categorias e 5 áreas distintas. Cada vencedor levará 7 mil reais e o troféu de premiação. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 16 de agosto, através do e-mail [email protected] O edital e demais informações estão disponíveis no site da Rádio Inconfidência www.inconfidencia.com.br/

 

SEXTA DO TEATRO PASSA O CHAPÉU

A campanha tem por objetivo captar recursos para amparar alguns membros do projeto Sexta do Teatro, coletivo de grupos de teatro da cidade de Uberaba. Nesse momento de pandemia em que é necessário evitar aglomerações não há viabilidade do fazer teatral o coletivo decidiu continuar trabalhando por meio de vídeos nas redes sociais. São leituras dramáticas, contação de histórias, performances e lives desenvolvidas pelo projeto e que agora abrem campanha para passar o chapéu. As contribuições são entre 10 e 100 reais e ainda há recompensas. Para participar do financiamento basta acessar o site catarse.me e buscar por sexta do teatro. 

 

Centro cultural do Grupo Galpão abre inscrições para cursos de Teatro 100% on-line

Pela primeira vez os cursos do Galpão Cine Horto poderão ser realizados por residentes de qualquer lugar do país, matrículas já estão abertas. A fim de mitigar a distância que nos é imposta nesses tempos, o Galpão Cine Horto reinventa seu planejamento pedagógico no intuito de seguir criando meios e oportunidades de inspirar artistas a fazer aquilo que os move. Por isso, neste segundo semestre de 2020 os cursos livres de Teatro do Galpão Cine Horto serão realizados exclusivamente em formato virtual. A medida tem por objetivo dar continuidade às atividades do Galpão Cine Horto durante o isolamento imposto pela pandemia do Covid-19, por meio da virtualização de cursos, atividades e eventos culturais. Mas para além de uma ação que promova a continuidade das nossas ações, esta é também uma medida adotada a fim de garantir a segurança e a saúde de todos aqueles que fazem parte do nosso cotidiano, seja como público, como alunos, colaboradores ou fornecedores. No segundo semestre de 2020 todas as atividades pedagógicas do Galpão Cine Horto serão realizadas por meio de plataformas digitais e os Cursos Livres de Teatro terão encontros remotos ao vivo, com aulas dinâmicas 100% virtuais, realizadas por meio das plataformas Windows Teams e Inspire. As aulas iniciam em agosto e as matrículas podem ser feitas pelo link 

https://galpaocinehorto.com.br/cursos-livres-2/.

 

OBSERVATÓRIO URBANO FAZ PROPOSTAS PARA MELHORIA DO CENTRO DA CIDADE E DESTACA ESPAÇO PARA APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS E CULTURAIS

Em atendimento ao convite emitido pela Secretaria de Planejamento, solicitando sugestões para o desenvolvimento de políticas voltadas ao incentivo da vitalidade do Centro de Uberaba, o Observatório Urbano reuniu algumas ideias e possibilidades pensando essas questões. Desta forma o coletivo que reúne profissionais da área elaborou uma carta onde apresenta conceitos e ideias do que há de mais atual em ações de urbanismo para revitalização de centros urbanos. Destacando o incentivo à instalação de atividades de lazer e entretenimento e incentivo à conservação do patrimônio histórico uma das sugestões é a transformação da praça Thomaz Ulhoa como grande parque urbano, consolidar-se como espaço para a prática de exercícios físicos e apresentações artísticas e culturais. A carta completa com todas as sugestões pode ser encontrada nas redes sociais do Observatório Urbano. 

 

CENTRO CULTURAL SESIMINAS FAZ PESQUISA SOBRE IMPLANTAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS NA ÁREA CULTURAL 

Em planejamento para seus novos cursos o Centro Cultural Sesiminas Uberaba tem feito pesquisa na cidade para conhecer a demanda da população. O foco neste momento é a profissionalização através da arte e da cultura, com isto os cursos são de formação técnica como iluminador, maquinista de palco, técnico de som e luz, produção e edição de vídeo, direção de fotografia e outros. Os participantes da pesquisa podem também incluir suas sugestões de capacitação técnica. O link para responder a pesquisa é https://bityli.com/GTt7H. 

 

ATOR HUDSON SALUSTIANO EM ENSAIO FOTOGRÁFIO NA QUARENTENA

Fotos feitas por Arthur Artutune mostram versatilidade do ator uberabense Hudson Salustiano, que assina ele mesmo a maquiagem exuberante. Em ensaio criativo os dois artistas, Salustiano nos palcos e Artutune com as lentes, têm mostrado diversas faces para encarar a dificuldade de exibição da arte, aproveitando as redes sociais para compartilharem singularidades. 

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários