Banner prefeitura Covid
Política

Justiça acata pedido de Piau contra ofensas em rede social

Nos autos, a defesa relata que Piau tem sofrido agressões à sua personalidade nas redes sociais

07/08/2020 05h00Atualizado há 2 meses
Por: Redação

O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, ingressou na Justiça ação indenizatória por dano moral com pedido de tutela antecipada em face as acusações de Guilherme Rodrigues de Oliveira (Boca Aberta) e o Facebook Serviços Online do Brasil Ltda. A defesa de Piau lembra que ele é pessoa idônea, conceituado, além de ser conhecido por todos em sua cidade pelo cargo/função que exerce como chefe do poder Executivo municipal.

Nos autos, a defesa relata que Piau tem sofrido agressões à sua personalidade nas redes sociais, maiormente por meio do “Facebook”, conforme o relato dos fatos. “Boca Aberta em data de 31/07/2020, promoveu uma publicação em suas redes sociais do “Facebook”, especificamente na Página “Guilherme Boca Aberta” (endereço de URL https://www.facebook.com/guilhermebocaaberta) e no seu perfil social Guilherme Oliveira (Boca Aberta) (endereço de URL https://www.facebook.com/guilhermeoliveiraflp) um vídeo com conteúdo ofensivo.

Trechos do vídeo publicado, onde podemos verificar também as acusações ofensivas proferidas pelo “Guilherme Boca Aberta”: “Fala galera, compartilha esse vídeo pra mim. Tô aqui na porta da Prefeitura Municipal de Uberaba, onde está trabalhando o prefeito fictício de Uberaba, prefeito fantasia, o prefeito que só existe nos contos de fadas; que a gente não vê ele trabalhando em lugar nenhum, não vê ele andando em lugar nenhum; só sai pra rua 06 (seis) horas da manhã, rapidinho e já volta pra dentro de casa de novo (00:03 a 00:42 seg)... Tomara que esse prefeito que é covarde, depois de receber a santa aí, ele tenha aí um pouquinho de hombridade e mude as atitudes dele, né (01:06 a 01:21 min)... Fala galera, tô aqui na porta da Prefeitura Municipal de Uberaba pra pedir pro covarde do prefeito Paulo Piau, pra ele parar de descontar o auxílio emergencial da conta das mães de família que estão passando dificuldade, porque ele está fazendo isso, pasmem os senhores, mas ele está fazendo isso (01:23 a 01:46 min)...”.

A juíza Cíntia Fonseca Nunes Junqueira de Moraes em sentença determinou a retirada das agressões ao prefeito em um prazo de 72 horas. “Defiro a antecipação dos efeitos da tutela para determinar ao primeiro réu, no prazo de 72 (setenta e duas) horas, a remoção de suas redes sociais todo conteúdo ofensivo publicado em desfavor do autor, bem como para que abstenha de fazer novas publicações envolvendo seu nome, sob pena de multa de R$ 200,00 por dia de permanência ou nova publicação, limitada ao teto de R$ 10.000,00”, declarou na sentença.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários