Banner prefeitura Covid
Cidade

Celebração em louvor à Senhora D’Abadia será diferente em função do coronavírus

Mesmo sem a tradicional festa, Nossa Senhora da Abadia será celebrada através de missas virtuais, carreata, coroação e muito louvor

15/08/2020 05h00Atualizado há 1 mês
Por: Maria das Graças Salvador
Para louvar a padroeira de Uberaba, Nossa Senhora D’Abadia, comemorado hoje, serão celebradas duas missas, às 6h e 15h - Foto: L. Adolfo/UFTM
Para louvar a padroeira de Uberaba, Nossa Senhora D’Abadia, comemorado hoje, serão celebradas duas missas, às 6h e 15h - Foto: L. Adolfo/UFTM

O dia da padroeira de Uberaba, Nossa Senhora D’Abadia, terá programação especial, em função das medidas de isolamento social como forma de enfrentamento ao novo coronavírus. Mesmo sem a tradicional festa, Nossa Senhora da Abadia será celebrada através de missas virtuais, carreata, coroação e muito louvor.

“Neste dia 15, dia da padroeira de Uberaba, teremos a alvorada do sino, às 5h30 e logo após, às 6h, a missa solene. Às 15h nós teremos uma missa solene para o encerramento da festa. Tudo no interior do Santuário Basílica. Após a santa missa, a Nossa Senhora sairá de novo em carro aberto pelas ruas de nossa cidade. O Santuário Brasílica fica aberto das 7h30 às 14h neste dia 15. Quem quiser pode acompanhar toda a programação e o trajeto nas redes de comunicação social, no caso do Santuário Basílica no YouTube e no Facebook. É só o devoto digitar Santuário Basílica de Nossa Senhora D’Abadia de Uberaba. Pelo Facebook é @santuariodaabadiauberaba, e pelo YouTube é Santuário Basílica Nossa Senhora D’Abadia Uberaba”, o reitor e pároco do Santuário Basílica Nossa Senhora D’Abadia, padre Alexsandro Ribeiro Nunes, padre Alex.

Sobre Nossa Senhora andar pelas ruas de Uberaba, padre Alex reforça que não é carreata. “A Nossa Senhora irá sair em carro aberto e, ao retornar para a Basílica, às 20 horas, daremos início a coroação. Pedimos que as pessoas verifiquem se vamos passar pelas suas casas e enfeitem sua porta para receber a padroeira”, diz padre Alex.

 

Percurso – O trajeto do carro com a imagem de Nossa Senhora é longo. “Ela  sairá da praça Nossa Senhora Da Abadia, segue pela av. Prudente de Moraes, entra na av. Orlando Rodrigues da Cunha, depois rua Alumínio, entra na av. Nelson Freire, rua José Bonifácio, av. Deputado José Marcus Cherem, praça Vicentino Rodrigues da Cunha, na praça da exposição, entra nas avenidas João XXIII, Santa Beatriz da Silva, Nenê Sabino, Santos Dumont, Maranhão, Av. dos Advogados, rua Antônio Rios, av. da Saudade, rua Bento Ferreira, av. Alexandre Barbosa, rua Jaime Bilharinho, av. Lucas Borges, av. Almirante Barroso, rua Delfim Moreira, rua Ibiá, av. Elias Cruvinel, avenida São Paulo, av. Djalma Castro Alves, av. Nossa Senhora do Desterro, entra na av. Leopoldino de Oliveira, depois av. Manoel da Silva Santos, av. Orlando Rodrigues da Cunha, entra na ruas Guia Lopes, João Alfredo, Barão da Ponte Alta, praça Thomaz Ulhôa e entra na av. Guilherme Ferreira, segue até a rua José de Alencar, voltando para a praça Nossa Senhora Da Abadia, para o Santuário Basílica”, informa.

 

Coroação será o ponto alto da festa

 

“Ao retornar para a Basílica daremos início à coroação, ponto alto da festa, que desta vez será feita dentro do interior da igreja e todos podem acompanhar pelas redes sociais. Esta live será conduzida pelo padre reitor e pelo jovem tenor Thiago Neves. Nossa Senhora será coroada por uma equipe ligada à saúde. É uma equipe formada pela doutora Maria Carolina Nassif, que é médica no UPA do Mirante, que teve Covid e continua lutando e salvando vidas. A fisioterapeuta Francine, que trabalha no Hospital Regional, também na luta contra o Covid; a cirurgiã-dentista Micaela, que teve Covid; Antônia Maria que é servidora da UFTM e irá representar todos do Hospital de Clínicas da UFTM, e a senhora e Zilda, aposentada que perdeu o seu filho Paulo, com 33 anos, para o Covid e era radiologista. Serão mulheres e mulheres que combatem que lutam contra o Covid. Acrescentamos este tema na festa deste ano devido a pandemia”, diz padre Alex.

O reitor lembra que neste ano a parte social foi reduzida. Eles fizeram galinhada e feijoada para ser entregue nos carros. Neste dia 15 teremos galinhada, que será entregue nos carros. Isto será para ajudar na manutenção, na missão e na evangelização que parte daqui do Santuário Basílica Nossa Senhora D'Abadia. A galinhada é no valor de R$ 10. Aqueles que desejarem contribuir com o Santuário Basílica podem fazer de forma solidária com suas doações através de conta bancária, transferência on-line, QR Code ou trazendo sua doação e entregando na secretaria paroquial ou deixando nos cofres da Basílica quando vier visitar Nossa Senhora. O devoto pode fazer sua doação no Banco Itaú, agência 0321, conta corrente 38845-6, CNPJ 17.771.775/0006-78. Tudo isso ajuda muito. É um povo de Deus que mantém a casa de Nossa Senhora, casa de todos nós, casa da padroeira de Uberaba”, destaca.

 

Destaque – Outro destaque neste ano, no dia 15, é que será lançada o tema da festa em 2021. “No próximo ano serão celebrados 140 de fé, história e devoção e 100 anos da criação da Paróquia Nossa Senhora D’Abadia e nós vamos lançar esse trabalho neste dia 15, com o tema para 2021, com cartaz para 2021, nos preparando para esta grande celebração, neste tempo em que o santuário foi agraciado com o título de basílica”, informa padre Alex.

Vale lembrar que, terminada a quinzena, retorna as missas com presença restrita de fiéis, com no máximo 120 pessoas dentro do Santuário Basílica, com missa às 7h, às 9h30 e às 18h, aos domingos; também estão sendo celebradas missa na terça-feira, da novena perpétua de Nossa Senhora, com missas às 7h e 19h, com toda a precaução, como máscara e distanciamento”. (MGS)

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários