PMU
SRS de Uberaba emite

SRS de Uberaba emite alerta aos 27 municípios contra sarampo

Maria das Graças Salvador

25/08/2019 06h00
Por: Redação
Superintendente Regional de Saúde de Uberaba, Maurício Ferreira afirma que está monitorando a doença e que tem doses suficientes para a vacinação
Superintendente Regional de Saúde de Uberaba, Maurício Ferreira afirma que está monitorando a doença e que tem doses suficientes para a vacinação

Minas Gerais está em alerta contra o sarampo principalmente após novos casos suspeitos da doença no Estado. Conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde quinta-feira (22), os prováveis diagnósticos estão concentrados em Uberlândia (Triângulo), Passos (Sul) e Viçosa (Zona da Mata).

Em todos os quadros, os pacientes tiveram contato com pessoas do estado de São Paulo, estado responsável por concentrar 98,9% dos casos de sarampo no Brasil neste ano. Essas pessoas apresentaram os sintomas da doença e já têm os exames iniciais reagentes.

Segundo o boletim, desde o início de 2019, foram notificados 221 casos suspeitos de sarampo provenientes de 78 municípios no estado. Desses, 162 foram descartados, 55 estão sob investigação e 4 casos foram confirmados. “Dos 55 casos que se encontram em investigação, existem três casos que muito provavelmente serão confirmados, mas que ainda necessitam percorrer etapas da investigação e protocolos que impedem esta classificação até o momento. Trata-se de um caso do município de Viçosa, um de Uberlândia e um de Passos. Apresentaram sintomas compatíveis com a suspeita, tiveram contato com pessoas de São Paulo e já possuem os exames iniciais reagentes. Após análise minuciosa das investigações, serão classificados. Vale ressaltar que em todos os casos o bloqueio vacinal foi realizado, contribuindo para a interrupção da cadeia de transmissão e não aparecimento de casos secundário”, aponta o boletim.

Se confirmados os três casos, Minas Gerais terá sete infectados neste ano. 

 

Alerta – Segundo o Núcleo de Vigilância Epidemiologica da Superintendência Regional de Saúde de Uberaba, não foram registrados nenhum caso confirmado de sarampo até a presente data, “sendo que os 17 casos de doenças exantemáticas (sarampo e rubéola) notificados na região, no primeiro semestre deste ano, foram descartados”.

A Superintendência Regional de Saúde (SRS de Uberaba) afirma que emitiu nota de alerta aos 27 municípios, considerando a proximidade geográfica da região com o estado de São Paulo, onde se concentram o maior número de casos. “Estamos orientando medidas de proteção, vigilância e vacinação de acordo com a legislação vigente”, disse o superintendente Regional de Saúde de Uberaba, Maurício Ferreira.

A superintendência lembra que população de bebês de 06 a 11 meses a serem vacinados em nossa região, na chamada Dose Zero, é de 4.961 crianças.” A SRS Uberaba tem estoque de vacina tríplice viral e está disponibilizando gradativamente aos municípios, mediante solicitação de população a vacinar”, informa.

A SRS de Uberaba reforça que o sarampo é uma doença viral, infecciosa aguda, grave, transmissível, altamente contagiosa e comum na infância. A doença começa inicialmente com febre, exantema (manchas avermelhadas que se distribuem de forma homogênea pelo corpo, com direção cabeça-membros), sintomas respiratórios e oculares. No quadro clínico clássico as manifestações (além da presença de febre e exantema maculopapular) incluem tosse, rinorréia (rinite aguda), conjuntivite (olhos avermelhados), fotofobia (aversão à luz) e manchas de koplik (pequenos pontos esbranquiçados presentes na mucosa oral). A transmissão ocorre de pessoa a pessoa por meio de secreções (ou aerossóis) presentes na fala, tosse, espirros ou até mesmo respiração. Na presença de pessoas não imunizadas ou que nunca apresentaram sarampo, a doença pode manter-se em níveis endêmicos, produzindo epidemias recorrentes.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias