Banner prefeitura Covid
Cidade

HC-UFTM realiza Setembro Verde celebrando a Vida pela Vida

Idealizamos o projeto ‘Vida pela Vida’ há 20 anos e temos alcançado os objetivos propostos na sua essência

13/09/2020 04h00
Por: Redação

O coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos, Dr. Ilídio Antunes de Oliveira Júnior, lembra que as ações acontecem durante os 365 dias do ano

 

A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) intensifica neste mês as ações referentes à doação de órgãos e tecidos para transplantes durante o Setembro Verde.

Segundo o coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos, Dr. Ilídio Antunes de Oliveira Júnior, as ações acontecem durante os 365 dias do ano, 24 horas por dia, com reuniões de conscientização e motivação, educação continuada com profissionais de saúde, divulgação na mídia escrita, falada e televisada, com envolvimento de toda a Família HC/UFTM/Ebserh. Entretanto neste mês o trabalho é intensificado por ser o mês em que se comemora o Dia Nacional de Doação de Órgãos.

“Idealizamos o projeto ‘Vida pela Vida’ há 20 anos e temos alcançado os objetivos propostos na sua essência. Ao longo do mês levaremos informações ao público interno sobre as doações. Como fazemos todos os anos, no dia 27 de setembro comemoramos o Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes. Porém este ano o dia 27 ocorre em um domingo e vamos realizar as comemorações dois dias antes, ou seja, na sexta-feira, 25, com uma confraternização na área de descanso do HC, a partir das 9h30. Vale lembrar que vamos respeitar todas as orientações determinadas para a prevenção de contaminação pelo coronavírus”, informa Dr. Ilídio Antunes.

O coordenador destaca que neste ano as celebrações terão o apoio da Unimed, Malharia TA, Sabin, Asmed, Credimed e todos da gestão HC/UFTM/Ebserh. “O projeto Vida pela Vida existe há 20 anos no HC-UFTM e atinge 27 municípios da região Triângulo Sul de Minas Gerais. Realizamos palestras por meio de palestras e entrevistas conscientizando as pessoas o ano inteiro para incentivar as pessoas para fazerem doação. É uma ação contínua. Vamos fazer homenagem a quem doa e a quem recebeu doação, representando ato de amor, respeito, acolhimento e altruísmo a todos os doadores e transplantados", diz Dr. Ilídio Antunes.

O objetivo também é conscientizar a população sobre a importância de ser doador de órgãos. “Tal prática tem o intuito de ajudar milhares de pessoas que lutam por uma oportunidade de salvar as suas vidas. Temos que comemorar esse engajamento, pois estamos em um país com grande miscigenação racial. As chances de compatibilidade entre doadores e receptores é de 1 por 100 mil a 1 por 1 milhão”, exemplifica Dr. Ilídio Antunes.

Dr. Ilídio Antunes informa que neste ano, em função da pandemia, houve queda nas doações. No Brasil, a queda foi de 7% e em Minas Gerais foi de 15%. Mas comemora que no HC da UFTM, que é referência nacional e internacional, está com 50 a 60% de doações. “Mais de 40 mil brasileiros estão na fila esperando por um transplante de órgãos e as pessoas têm de se sensibilizar. Espero que com esta pandemia, as pessoas sejam mais fraternas, o mundo precisando ser mais fraterno”, sentencia, informando que além do HC da UFTM ser referência, o Sistema público de transplante no Brasil também é referência em todo o mundo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários