Banner prefeitura Covid
Esporte

NEYMAR É EXPULSO E ACUSA ADVERSÁRIO DE RACISMO NA DERROTA DO PSG PARA O OLYMPIQUE DE MARSELHA

A segunda derrota do PSG no campeonato francês foi em um jogo tenso contra o arquirrival Olympique de Marselha

15/09/2020 04h00
Por: Redação

A segunda derrota do PSG no campeonato francês foi em um jogo tenso contra o arquirrival Olympique de Marselha, marcado por brigas entre jogadores e cinco expulsões, entre elas a de Neymar. O PSG terminou a partida com 8 jogadores em campo contra 9 do adversário, que venceu por 1 a 0.

 

O clássico de maior rivalidade do futebol francês terminou em um triste espetáculo protagonizado por jogadores que tiveram muitos atritos durante a partida. Nos minutos finais, já nos acréscimos, a tensão se transformou em socos e pontapés dentro do gramado envolvendo atletas das duas equipes.   

 

Neymar, de volta depois de recuperado da Covid-19, foi um dos parisienses que levaram o cartão vermelho. Muito nervoso, o brasileiro se desentendeu principalmente com o zagueiro espanhol Álvaro Gonzalez do Marselha. Ele reclamou diversas vezes com a arbitragem e vídeos que circulam nas redes sociais e em sites, mostram o camisa 10 do PSG dizendo “racismo não”, em referência a supostos insultos ouvidos durante o jogo do adversário.

 

Pelo Twitter, o brasileiro disse que seu arrependimento foi de não ter “dado na cara desse babaca”.

 

Em conferência de imprensa, os treinadores comentaram o caso. O técnico do Olympique, André Villas-Boas procurou relativizar: “Não há lugar para o racismo no futebol e não acho que tenha sido o caso. O mais importante é a vitória do OM”, desconversou.

 

Na sequência, o treinador do PSG, Thomas Tuchel, disse que Neymar comentou com ele a acusação racismo. “Ele me disse que foi um insulto, mas eu não ouvi em campo. O racismo não deve existir’, comentou o alemão, que lamentou a falta de controle emocional de sua equipe em vários momentos da partida, particularmente nos três minutos finais.

 

Além de Neymar, o meio campista Leandro Paredes e o lateral Kurzawa foram expulsos do lado parisiense, enquanto Avida e Benedetto do Marselha foram expulsos após levaram o segundo amarelo depois da confusão.  

 

O JOGO

 

Desfalcado de grandes titulares como Mbappé e Maquinhos, que ainda se recuperam do novo coronavírus, o PSG tinha a missão de apagar a péssima imagem da estreia no campeonato quando foi derrotado pelo Lens.

 

Mas a volta de Neymar, não foi suficiente para o time parisiense confirmar o favoritismo sobre o arqui-inimigo na sua volta ao Parc des Princes. O brasileiro esteve na origem da boa jogada no começo, quando logo aos dois minutos, o PSG teve chance clara de gol, mas parou na boa defesa do goleiro Mandanda. 

 

Com uma equipe fechada e melhor fisicamente, o Olympique de Marselha soube fechar os espaços e conseguiu chegar primeiro ao gol em sua primeira oportunidade, em um lance de boa parada.  Aos 31 minutos, num longo cruzamento de falta, Payet encontrou o atacante Thauvin livre para abrir o marcador, aproveitando falha na marcação.

 

No segundo tempo, o Olympique de Marselha controlou a ofensividade do time parisiense, que pouco construiu e teve raras oportunidades para chegar ao empate.  

 

Neymar, muito nervoso e que se desentendeu várias vezes com jogadores adversários durante a partida, chegou a ser deslocado para a ponta do ataque na etapa final, mas não teve sucesso nas jogadas.

 

Além da rivalidade tradicional, o clima tenso desse reencontro entre as duas equipes ficou mais acirrado depois da derrota do PSG na final da Liga dos Campeões. Torcedores do Marselha, único clube francês campeão da Europa, e o jogador Payet, fizeram provocações com o fracasso do PSG sobre o Bayern de Munique.

 

PSG DESPENCA NA TABELA

 

Com o resultado, o Olympique de Marselha quebrou um jejum de 10 anos sem vencer o PSG no Parc des Princes. A última vitória foi em fevereiro de 2010.

 

Em dois jogos, o time de Marselha chegou ao quinto lugar da tabela com seis pontos. Já o Paris Saint-Germain caiu para a 18° lugar com duas derrotas. O time parisiense volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Metz, em partida que havia sido adiada devido a participação da equipe na final da Liga dos Campeões da Europa.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários