Banner prefeitura Covid
Economia

Reabertura do comércio: Conheça 3 tecnologias anticovid essenciais para manter a segurança nos estabelecimentos

Medição de temperatura em grupo, identificação do uso de máscaras e lotação máxima de pessoas são alguns dos recursos dos dispositivos

16/09/2020 15h51
Por: Redação

Desde que foi decretada a pandemia do novo coronavírus pela
Organização Mundial da Saúde (OMS) empresas têm readaptado a rotina
para incorporar as medidas de segurança impostas pelas autoridades e,
assim, conter o avanço da doença pelo país. Principalmente agora, que
chegou a fase de reabertura do comércio. Uma pesquisa da Associação
Brasileira das Empresas de Segurança Eletrônica (Abese) com
indústrias, distribuidores e prestadores de serviço do Brasil, mostrou
que 40% das empresas notaram o aumento da procura por soluções de
segurança relacionadas com a prevenção à covid-19.

  Pensando em ajudar os comerciantes e donos de negócios em geral a
manter os cuidados e seguir os protocolos de segurança no atendimento
presencial, o tecnólogo Rubens Branchini e Diretor Comercial da Dealer
Shop, Distribuidora de Soluções em Projetos e Produtos de Segurança
Eletrônica listou três principais tecnologias anticovid que todo
estabelecimento deve ter para ampliar a sensação de segurança de seus
clientes e funcionários:

  Câmeras termográficas:

  Facilitam a medição de temperatura das pessoas em lugares de grande
movimento, por serem fixadas na entrada dos estabelecimentos e evitarem
aglomeração (diferente daqueles aparelhos manuais, que tornam
inviável a aferição de pessoa por pessoa). As câmeras conseguem
medir a temperatura de até 15 clientes ao mesmo tempo e se alguém
estiver com a temperatura de 37,8 graus ou mais, disparam um alerta.
Branchini ressalta que se as câmeras alertarem para alta temperatura,
fica a critério do estabelecimento definir quem pode ou não entrar.
"Se o espaço respeitar distanciamento, o parâmetro definido pode ser o
de aceitar quem está com a temperatura apenas um pouco mais alta, mas
obrigatoriamente de máscara", destaca.

  _Divulgação: Dealer Shop_

  Direct Flow - Dispositivo que controla a entrada e acusa lotação
máxima de pessoas:

  Colocado geralmente na porta dos estabelecimentos, o sistema direct
flow (fluxo direto) é um painel que avisa quantas pessoas ainda cabem
no ambiente, autorizando apenas o limite programado. Depois disso, avisa
aos consumidores que eles vão precisar esperar mais um pouquinho para
entrar. O dono do estabelecimento pode receber informações online
sobre a lotação.  É possível ainda entregar dados mais detalhados do
monitoramento como horários em que o local foi mais procurado, quando
há mais homens ou mulheres na loja ou quais as vitrines chamam mais a
atenção.

  _Divulgação: Dealer Shop_

  Câmeras de reconhecimento facial e identificação do uso de
máscaras:

  As câmeras que fazem o controle de acesso facial liberam as catracas
sem que o funcionário ou convidado precise tocá-la. E, em tempos de
pandemia, ainda mede a temperatura e checa se a pessoa está sem febre.
De acordo com Branchini, a escolha é ideal para condomínios
residenciais, centros empresariais ou clubes. "Você faz o pré-cadastro
dos que frequentam o local e eles nem precisam avisar o porteiro",
afirma o especialista.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários