Banner prefeitura Covid
Estado de Minas

Ampliação de leitos garantiu assistência hospitalar a pacientes com covid-19

Mesmo no período de maior demanda, Estado conseguiu atender todos os mineiros que precisaram de tratamento

17/09/2020 04h00
Por: Redação

Desde o início da pandemia de covid-19 em Minas Gerais, o Estado
realiza estudos para ampliar o atendimento à população. Sobre esse
tema, o secretário de Saúde [1] Carlos Eduardo Amaral destacou o
trabalho desenvolvido até o momento para aumentar o quantitativo de
leitos e garantir assistência adequada aos mineiros.

  "A ampliação de leitos realizada no estado foi muito significativa.
Inicialmente, eram 2.072 leitos de UTI - e conseguimos passar de 3,9
mil. O objetivo foi evitar a desassistência às pessoas que, por
ventura, pegassem covid-19", explicou o secretário.

Carlos Eduardo Amaral pontuou ainda que, mesmo no momento mais delicado,
a maior demanda por leitos em Minas foi de 2.766 unidades. "Ou seja,
até o momento conseguimos dar assistência a todos que precisaram de
tratamento para a doença", afirmou.

Longo prazo

Além de ampliar o número de leitos para atender a uma possível
demanda momentânea, o Governo de Minas [2] também buscou melhorar a
estrutura de Saúde do estado em longo prazo.

"Não é possível saber até quando estaremos convivendo com a pandemia
e gostaríamos também de ter um legado, como leitos de terapia
intensiva que se mantivessem ao longo do tempo, possibilitando um
atendimento melhor à população no futuro", destacou Carlos Eduardo
Amaral.

Plano de contingência

A definição das instituições que receberam os novos leitos foi feita
a partir do Plano de Contingência Estadual, que deu preferência aos
hospitais que já existiam. Em um segundo momento, cada macrorregião de
Saúde definiu quais seriam os locais com as condições necessárias
para abrir novos leitos.

"Todo esse trabalho deixa um legado para a sociedade quando a pandemia
passar. A estrutura disponibilizada, aparelhada e apta ao funcionamento
vai servir ao SUS não apenas no contexto da covid-19, mas também para
melhorar de maneira geral as condições de Saúde em Minas", ressaltou
o secretário.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários