Banner prefeitura Covid
Polícia

Delegado da Operação 'Pasárgada' é o novo chefe da PF em Uberaba

O delegado Mário Alexandre Veloso Aguiar, coordenador da Operação "Pasárgada", que resultou na prisão de vários prefeitos em 2008, é o novo chefe da Delegacia da Polícia Federal (DPF) em Uberaba.

17/09/2020 04h00
Por: Juliano Carlos

O delegado Mário Alexandre Veloso Aguiar, coordenador da Operação "Pasárgada", que resultou na prisão de vários prefeitos em 2008, é o novo chefe da Delegacia da Polícia Federal (DPF) em Uberaba.

Aguiar assumiu o posto no dia 18 de agosto, no lugar de Marcelo Xavier que, por questões pessoais, pediu exoneração da função de chefia e também solicitou transferência para a sede da Superintendência Estadual da PF em Belo Horizonte.

A designação de Aguiar para a função de chefe da DPF em Uberaba foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia de 17 de julho.

Mário Alexandre Veloso Aguiar se formou em Direito em agosto de 1999 pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e ingressou na Polícia Federal em 2003.

Foi chefe da Delegacia de Defesa Institucional (DELINST) na Superintendência do Amazonas e chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção e a Crimes Financeiros na Superintendência de Minas Gerais.

Formado no curso de Investigação de Desvio de Recursos Públicos em Obras de Engenharia, realizado pela Academia Nacional de Polícia da PF, é um dos autores do Manual de Investigação de Desvio de Recursos Públicos, editado pela Academia Nacional de Polícia.

Atuou em investigações de grande complexidade e coordenou operações policiais contra organizações criminosas especializadas no desvio de recursos públicos e crimes financeiros, como as operações João-de-Barro, Pasárgada, Cáften, Gizé, Caduceu, Anphíbia, Abside, Capitu e Escobar, dentre outras.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários