Polícia

Gaeco faz operação e prende acusados de "Tribunal do Crime"

Na manhã de ontem várias equipes de policiais militares, civis, penais, integrantes do Gaeco e do batalhão de recobrimento Rotam de Belo Horizonte cumpriram sete mandados de prisão em Uberaba

26/09/2020 05h00
Por: Juliano Carlos
Mandados foram cumpridos na manhã de ontem - Foto: Divulgação
Mandados foram cumpridos na manhã de ontem - Foto: Divulgação

Uma Operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de combate ao Crime Organizado (Gaeco) com apoio de policiais civis, militares e penais terminou nas prisões de oito pessoas em Uberaba e Campo Florido, acusadas de integrarem uma facção criminosa e cometerem "Tribunal do Crime".

De acordo com informações do Promotor de Justiça José Cícero Júnior, as investigações da operação Caecus, tiveram início após uma abordagem da Polícia Militar em Uberaba no bairro Jardim Alvorada, onde um casal que foi sequestrado, estava sendo mantido em cárcere privado pelos integrantes de facção criminosa.

Segundo o promotor após serem sequestradas as vítimas foram torturadas, espancada e durante um "tribunal do crime" seriam mortas, mas os crimes só não foram práticos devido à intervenção da PM. 

Os integrantes do Gaeco iniciaram as investigações e descobriram que todos os envolvidos são integrantes de uma facção criminosa, acusados de sequestro cárcere, privado, tortura, além de planejar ataques contra agentes de Segurança Pública. 

Ainda de acordo com José Cícero, os dois criminosos que morreram durante atentado contra um policial penal no bairro Mangueiras em Uberaba também participavam da facção criminosa. Os   integrantes do Ministério Público solicitaram pedidos das prisões dos investigados à justiça e tiveram parecer favorável da 3ª Vara Criminal de Uberaba, onde o juiz expediu os mandados de prisão e também mandado de busca e apreensão. 

Na manhã de ontem várias equipes de policiais militares, civis, penais, integrantes do Gaeco e do batalhão de recobrimento Rotam de Belo Horizonte cumpriram sete mandados de prisão em Uberaba, além de oitos de busca e apreensão. Outro indivíduo acusado de participar da facção também foi preso na cidade de Campo Florido. 

Todos presos foram levados para a delegacia onde a autoridade policial cumpre ordem judicial. Posteriormente os criminosos foram levados para a penitenciária e permanecem a disposição da Justiça. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários