Coluna

Nacional

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio HumbertoCláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder, responsável pela ascensão de Fernando Collor de Mello no cenário político nacional. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

26/09/2020 05h00
Por: Redação

“Não tem mais floresta amazônica. Já foi desmatada duas vezes”

Presidente Jair Bolsonaro, ironiza as informações na mídia sobre o desmatamento na Amazônia, nos últimos 20 anos

 

Reação do líder do governo anulou burla na AGU

O presidente Jair Bolsonaro deu ordens para que a Advocacia Geral da União (AGU) suspendesse imediatamente a promoção em massa de 607 procuradores ao tomar conhecimento de uma iniciativa do próprio Líder do Governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), que, inconformado, protocolou projeto de decreto legislativo anulando a iniciativa oportunista. A promoção em massa de 92% do efetivo da AGU foi interpretada como uma tentativa de burlar a reforma administrativa do próprio governo.

 

Driblando a reforma

A suspeita é que a AGU tentava “proteger” a corporação da reforma administrativa, que só prevê promoções por mérito.

 

Mérito será valorizado

Promoções indiscriminadas, como a que o corporativismo da AGU tentou emplacar, ignorando o merecimento, logo serão coisa do passado. 

 

Privilégios revistos

A tentativa malandra deve gerar a revisão de privilégios na AGU como R$7 mil acrescidos aos salários a título de “honorários de sucumbência”.

 

A União é uma mãe

“Honorários de sucumbência” são uma “comissão” para o efetivo da AGU fazer o trabalho pelo qual todos já são regiamente remunerados.

 

Senado se presta a papelão, interrogando chanceler 

O Senado fez um papelão, ontem, deixando-se usar pela “bancada” do ditador Nicolás Maduro em pleno Congresso brasileiro, ignorando o apoio do País à repulsa mundial contra a tirania e desdenhando de suas atrocidades denunciadas pela ONU. Acusar o americano Mike Pompeo de “atacar nação amiga do Brasil” é de uma ignorância atroz. Venezuela não é “nação amiga”, é um país subjugado pelo ditador que rompeu com o Brasil e cujos “diplomatas” são agora persona non grata em Brasília.

 

Acenos ao atraso

As perguntas infelizes mal disfarçavam o ranço antiamericano, tão velho quanto atrasado, agarrado aos pedaços que sobram do muro de Berlim.

 

Elogio a atrocidades

Senadores se prestaram a defender uma ditadura sanguinária, acusada esta semana pela ONU de perseguir, prender e assassinar opositores.

 

Ignorância na pauta

Na sessão da Comissão de Relações Exteriores, destacou-se a incrível paciência do chanceler Ernesto Araújo diante de tanta desinformação.

 

Tomara

A política de desoneração do governo Bolsonaro, segundo o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), “é como sempre fala o [ministro] Paulo Guedes: para todos e para sempre”.

 

Vanguarda do atraso

Mais uma vez o PT joga para a plateia tentando estabelecer vínculo empregatício entre aplicativos e motoristas e motoboys. O oportunismo rastaquera já foi rechaçado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).

 

Especialista em derrotas

Candidato a presidente três vezes derrotado, o pededista Ciro Gomes reapareceu esta semana fazendo previsões sobre a eleição. Acha que “bolsonaristas explícitos” não vão vencer este ano e o PT “tem poucas chances”. A última vez que Ciro foi eleito (deputado) foi em 2006.

 

Craque em Hong Kong

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o embaixador Manuel Innocencio, um dos mais admirados diplomatas do Itamaraty, para o importante cargo de cônsul-geral em Hong Kong, um dos postos mais desafiadores.

 

Devagar, quase parando

Senadores elogiaram as sessões semipresenciais de votação, mas o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, em campanha para mudar a Constituição e ficar no cargo, fixou: as próximas só serão daqui a 1 mês.

 

Protocolo fake

Multiplicam-se os relatos de desleixo das empresas aéreas em relação ao covid. Um leitor de Campo Grande embarcou para Curitiba e avisou a família por zap: “No avião. Nada de protocolo no aeroporto. Ninguém vendo febre, nada de álcool gel, distanciamento ‘fake’... um perigo”.

 

Mentira sem punição

Erika Kokay (PT-DF) publicou fake news sem qualquer repreensão das redes sociais ou das “verificadoras”, acostumadas a interferir apenas em outra ideologia. Alegou que Lula falaria à ONU esta semana. Fake.

 

Campo diluído

Goiânia não será diferente do restante dos municípios brasileiros, na eleição deste ano. Na Justiça Eleitoral, foram registrados para a disputa 14 candidatos. Ganha prêmio quem memorizar todos os nomes?

 

Pensando bem...

...a nova pesquisa do Ibope, indicando o crescimento da aprovação de Bolsonaro, deve turbinar o faturamento dos psicanalistas de plantão.

 

PODER SEM PUDOR

Lados sempre a favor

A jornalista mineira Ângela Carrato conversava com Hélio Garcia, então prefeito de Belo Horizonte e governador indicado por Tancredo Neves. Na época, Tancredo articulava sua candidatura a presidente, no colégio eleitoral, e pregava o “entendimento”. Estava na moda a frase politicamente correta “ver as coisas sempre pelos dois lados”. Garcia garantiu, solene: “Eu sempre vejo as coisas pelos dois lados: o meu e o dos meus amigos.”

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

 

 

 

 

 

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários