Cidade

Jovem dá à luz durante uma viagem da Buser em Uberaba

A ambulância chegou a ser acionada por agentes da PRF, mas não chegou a tempo e a criança nasceu no ônibus

27/09/2020 05h00
Por: Redação
Mãe e filha estão bem e foram levadas para o Hospital Universitário Mário Palmério - Foto: Bianca Alves
Mãe e filha estão bem e foram levadas para o Hospital Universitário Mário Palmério - Foto: Bianca Alves

Uma mulher deu à luz a uma menina em um ônibus na madrugada de sexta-feira (25), em Uberaba. A viagem seguia de São Paulo (SP) para Brasília (BSB), com parada em Campinas (MG), e era intermediada pela Buser, aplicativo de viagens de ônibus. 

 

A passageira Iasmin Dantas do Nascimento embarcou no ônibus acompanhada da mãe, Alessandra Araújo Dantas, e de filha mais velha. Quando o veículo passava pela altura de Uberaba a bolsa rompeu. O motorista foi avisado e se dirigiu ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Uberaba para iniciar atendimento. 

 

A ambulância chegou a ser acionada por agentes da PRF, mas não chegou a tempo e a criança nasceu no ônibus com ajuda dos passageiros e dos motoristas. A equipe de suporte da Buser ficou em contato com a família durante a madrugada, mantendo à disposição para qualquer necessidade. “Eu estava sentindo contrações, mas pensei que eram contrações de treinamento. Como eu estava incomodando, eu comecei a anotar o horário. Quando veio 3 em 10 minutos eu percebi que era sinal de parto, no mesmo momento a bolsa estourou e vinte minutos depois estava com a bebê em minhas mãos”, diz Iasmin que é de Planaltina (DF), mas estava morando em São Paulo. “Estava programado para dia 18 de outubro, mas nesse fim de semana já completava 37 semanas, então não foi prematuro. Estava planejando ter a neném em Brasília, mas ela não esperou”, conta a mãe com alegria.

 

A avó da pequena Sol, Alessandra, foi acordada com a informação de que a bolsa havia estourado e lembra da comoção e apoio dos motoristas. “Os dois motoristas deram assistência o tempo todo. Precisei tirar coisas empacotadas e eles logo deram ajuda, sempre prestativos. Foram muito acolhedores. Foi o que os deixou mais tranquilas”.

 

Do susto à alegria - O motorista José Nazário dos Santos Filho, da empresa de frete de ônibus Expresso JK, que atua em parceria com a Buser conta que no momento em que foram avisados do que estava acontecendo estava dirigindo e um segundo motorista descansava, em um protocolo da plataforma para revezamento em viagens longas. “Por volta de 2h da manhã nos avisaram que a bolsa de uma das passageiras tinha rompido. Como estávamos próximos de um posto da PRF fomos direto para lá, onde o agente fez contato direto com a base para pedir ajuda”, disse.

 

Nazário também conta que houve um esforço coletivo para ajudar a mãe e a felicidade com o nascimento da criança foi contagiante. “Em 28 anos de profissão nunca imaginei vivenciar algo assim. Todos os passageiros se mobilizaram para ajudar e depois o clima foi de alegria geral”.

 

O segundo motorista, Evandro José da Silva disse que em seus 10 anos de carreira nunca havia presenciado algo tão bonito. “Vimos a vida nascendo no lugar menos previsível. FOi muito bonito ver aquele momento de união”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários