Cidade

Comitê flexibiliza funcionamento do comércio e libera mesas nas feiras livres

Entre as novas permissões do Comitê está a abertura de shoppings centers, lojas de departamentos e galerias

24/10/2020 05h00
Por: Redação

O Comitê Técnico Científico de Enfrentamento à Covid-19 decidiu aumentar a flexibilização no comércio, especialmente no que refere ao horário de funcionamento e abertura dos estabelecimentos aos domingos.  De acordo com seu presidente, o prefeito Paulo Piau, foram analisadas algumas restrições que ainda existem e, tendo em vista os índices de Uberaba estarem sob controle, perderam o sentido nesse momento.

Entre as novas permissões do Comitê está a abertura de shoppings centers, lojas de departamentos e galerias que passam a funcionar todos os dias, inclusive aos domingos, das 10h às 22h. Conforme o prefeito "não se trata de abertura de qualquer maneira, mas com segurança". Ele ressalta ser "da responsabilidade dos dirigentes desses estabelecimentos o cumprimento de todos os protocolos necessários contra a disseminação do coronavírus, respeitando a legislação em vigor".

A republicação do Decreto 6.105/20 na edição 1.876 do Porta Voz desta sexta-feira traz ainda a permissão para o comércio funcionar aos domingos. Estabelecimentos comerciais que não prestam serviço essencial poderão ficar abertos todos os dias da semana das 8h às 19h. Dessa forma, lojas que tradicionalmente abrem durante todo o final de semana, estarão liberadas, desde que cumpram as regras sanitárias estabelecidas pela legislação. 

Ficou decidido pelo Comitê a abertura de playgrounds em espaços privados, como condomínios. Liberados, ainda, o trenzinho e os carros de sonorização. Já quanto à reabertura das escolas, até agora, 18 estabelecimentos de ensino superior, médio e fundamental solicitaram a volta, sendo que algumas já estão funcionando a partir dessa semana.

O secretário de Saúde, Iraci Neto destacou que o Comitê vai fazer uma avaliação mais fina para que, dentro do cronograma estabelecido pelo Decreto 6.105, a partir de 16 de novembro haja revisão com regras mais genéricas. "Desse modo, poderemos disponibilizar a população uma análise macro dentro de uma nova regulamentação, por decreto geral e portarias específicas", disse. 

"Estamos por enquanto, permitindo o funcionamento de algumas atividades que ainda não haviam sido liberadas, sempre em equilíbrio com as medidas de biossegurança, sanitárias, de higiene e limpeza pessoal, coletiva e dos espaços, uso obrigatório de máscara, etc", avaliou o titular da Pasta.

O prefeito também comentou a elaboração de novo protocolo, mais globalizado, restringindo somente as atividades que causam aglomeração, como grandes eventos esportivos e culturais que continuam proibidos.  "Vamos dar um passo muito grande, sem perder de vista o controle da disseminação da Covid-19", salientou.

O Comitê deverá se reunir com representantes de diversos segmentos na próxima semana para chamá-los à responsabilidade de manter as medidas sanitárias para que não haja retrocesso nessa flexibilização. De acordo com Piau, haverá conversa "franca e aberta, dando um recado para esse pessoal sobre a necessidade de engajamento de cada um para manter essa abertura dos estabelecimentos, seguindo as medidas de prevenção, higiene, limpeza e distanciamento", concluiu. 

 

Feiras Livres - Outra flexibilização pontual em atenção a solicitações da Associação dos Feirantes de Uberaba é a permissão para disponibilização de mesas, bancos e cadeiras nas feiras livres que acontecem de segunda a sábado. Essa permissão também vale para as feiras gastronômicas, que já mantinham essa prática. No entanto, essa regra não vale para a Feira da Abadia, onde continua proibido o consumo de alimentos no local.

De acordo com o secretário municipal do Agronegócio, Luís Carlos Saad os feirantes deverão manter o regramento de distância entre as mesas, de acordo com o estabelecido no protocolo sugerido por eles, bem como todas as medidas sanitárias. "Isso trará conforto maior ao cidadão. Mas é preciso que a comunidade entenda que as pessoas precisam se cuidar, pois o feirante tem feito a parte dele e cumprido as regras", disse.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários