Estado de Minas

Romeu Zema participa do Encontro Mineiro de Empresas Juniores

Governador ressaltou a importância de aproximar a academia do mercado de trabalho

10/11/2020 05h00
Por: Redação
Crédito (foto): Governo de Minas / Divulgação
Crédito (foto): Governo de Minas / Divulgação

O governador Romeu Zema foi um dos convidados do Encontro Mineiro de

Empresas Juniores (Emej) 2020, realizado nesta sexta-feira (6/11). No

Brasil, o estado tem o maior número de empresas juniores em atividade,

totalizando 200.

 

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, da Organização das

Nações Unidas (ONU), entraram em pauta no encontro, entre outros

temas. Por meio de participação remota, Zema explicou como o Governo

de Minas, diante de um cenário de pandemia, busca atingir os Objetivos.

 

 

De acordo com o governador, a pandemia da covid-19 intensificou as

desigualdades sociais, o desemprego, o fechamento de empresas e parou

setores importantes no mundo inteiro. No entanto, enfatizou que o Estado

continuará trabalhando na geração de emprego e renda, no

fortalecimento do setor produtivo e no desenvolvimento de tecnologias.

 

"É preciso investir em tecnologia para adaptarmos e nos prepararmos

para cenários como esse e solucionarmos problemas causados ou

intensificados pela pandemia em todos os setores", explicou.

 

Transformação

 

Romeu Zema também falou do importante papel que a juventude mineira

deve desempenhar para ser um agente de transformação. Segundo o

governador, a preparação é uma importante ferramenta que faz a

diferença em um mercado com tantas disputas.

 

"No mercado de trabalho há uma reclamação recorrente de que os jovens

saem das universidades sem ter o conhecimento adequado para atender às

necessidades. O meu recado é: façam o que estiver ao alcance para se

preparar, sobretudo na busca de novas tecnologias", alertou.

 

Prática

 

O governador elogiou o movimento Empresa Júnior pela contribuição ao

desenvolvimento do Estado e do país. De acordo com Zema, a iniciativa

precisa ser mais incentivada e deveria existir em todas as

universidades, pois é a complementação da formação acadêmica.

 

"O movimento é importante porque ensina com a prática. Muitas escolas

focam as questões teóricas. Por meio dessa iniciativa o jovem tem a

oportunidade de desenvolver as habilidades sociais como o trabalho em

equipe, relacionamento com profissionais de outras áreas e empresas",

disse o governador.

 

  _________________________________________________

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários