Cidade

Fundação Cultural divulga programação cultural para feriado da Consciência Negra

A programação começa às 12h com a Missa da Consciência Negra

20/11/2020 04h00
Por: Redação

A Fundação Cultural de Uberaba, por meio da Coordenadoria de Políticas de Igualdade Racial, do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir) e do Departamento de Cultura divulga as atividades de hoje em comemoração a novembro dia da Consciência Negra. Após peleja judicial movida pelo Comércio, o feriado que havia sido liminarmente suspenso pelo Judiciário, voltou a valer em Uberaba.

A programação começa às 12h com a Missa da Consciência Negra, celebrada pelo padre Jarbas Matos no Santuário da Igreja Nossa Senhora da Abadia. Durante a celebração haverá a apresentação do Coral Afro que vai apresentar músicas relacionadas com o tema. De acordo com Inês Fernandes há mais de 20 anos acontecem as apresentações durante essa celebração. A missa será transmitida pelo canal da igreja no link https://www.youtube.com/channel/UChOsGTf6bz0TGegOyxDKb_Q.

A partir das 16h, a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) realiza a live Internacional Negro e Escravatura: Consciência Negra, que faz parte do projeto "Conhecendo a história da escravatura". A transmissão será pelo canal "Rádio nas Nuvens UFTM" pelo link https://youtu.be/um94Vfrc4Mo.

O lançamento do livro "Acolhida Preta", às 18h, também faz parte da programação da sexta-feira, pelo Núcleo de Pesquisa em Educação para as Relações Étnico-Raciais e Ações afirmativas (Nepere) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). A realização é do V Congresso Étnico-Racial. As inscrições e certificações são pelo https://www.nepereneabipontal.com.br/vcongressoetnicoracial.

O documentário "Brado Negro – Um grito de repúdio ao racismo" será transmitido às 19h30 pelo canal da FCU no youtube.com/culturauberaba. O vídeo mostra uma resposta ao racismo, preconceito e abusos contra negro, feito pelo fotógrafo Flávio Salge. "Há dois anos acompanho de perto os eventos promovidos e apoiados pela Coordenadoria de Políticas de Igualdade Racial e com isso, enquanto pessoa branca, passei a entender mais sobre o racismo, principalmente sobre racismo estrutural. 'Brado Negro' é uma forma de combater esses preconceitos que não cabem mais no mundo em que vivemos", afirma.

Para fechar com chave de ouro o 20 de novembro, acontece às 19h40 a apresentação artístico-cultural "Resistência Preta", com dança do coreógrafo e dançarino Emerson Patrício. "O show vai contar a história do negro, mostrar as belezas da sua cultura e falar sobre como ser resistência com o autoamor, a autoaceitação e a luta pela realização dos seus próprios sonhos. Tudo isso de uma forma poética, explicada pela dança, pelo axé, pelo samba, pela dança afro", explica Emerson. A apresentação é de 45 minutos e também será transmitida pelo youtube.com/culturauberaba

O Novembro Negro tem como parceiros e apoiadores o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi Pontal), o Núcleo de Pesquisa em Educação para as Relações Étnico-Raciais e Ações afirmativas (Nepere) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), por meio da Pró-reitoria de Extensão e Cultura, e a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

A programação do mês da Consciência Negra segue até dia 27 às 16h com a live da UFTM: "Conhecendo a história da escravatura – embaixadores". A transmissão acontece no canal do youtube "Rádio nas Nuvens da UFTM"

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Uberabaonline1
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas