Estado de Minas

Usina de Emborcação, da Cemig, recebe certificado internacional de sustentabilidade

Sistema I-REC reconhece o compromisso da companhia com a produção de energia renováve

25/11/2020 04h00
Por: Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Usina de Emborcação - localizada no município de Araguari (MG), na
divisa com o estado de Goiás [1] - acaba de certificar sua energia pelo
sistema "International Renewable Energy Certificate Standard" (I-REC) -
plataforma internacional de auditoria e emissão de Certificados de
Energia Renovável. O certificado, inédito para a Cemig, permite que a
companhia comprove a seus clientes que a energia consumida por eles é
exclusivamente proveniente de fontes renováveis e demonstra o
compromisso da empresa com a sustentabilidade  ao fornecer produtos que
contribuem com o combate ao aquecimento global e às mudanças
climáticas.

A certificação significa que a energia da usina pode ser utilizada
para neutralizar emissões de gases de efeito estufa (GEE) no âmbito do
Programa Brasileiro GHG Protocol - ferramenta desenvolvida pelo World
Resources Institute [2] (WRI), que hoje é o método mais utilizado por
empresas e governos para a realização de inventários de GEE.

O Sistema I-REC permite a todos os usuários de eletricidade uma escolha
consciente e baseada em evidências no que diz respeito à energia
renovável, em qualquer país do mundo, de acordo com diretrizes do
International REC Standard - entidade que controla o Sistema I-REC e
mantém um sistema global de rastreamento de atributos ambientais de
energia, projetado para facilitar a contabilidade confiável de carbono
e compatível com vários padrões internacionais.

Diferencial para quem prioriza a sustentabilidade

Certificações como o I-REC são uma tendência internacional e podem
ser um diferencial para clientes que desejam se posicionar como
sustentáveis.

É o que explica Eduardo Lima Resende, gerente de Relacionamento com os
Clientes de Alta Tensão de Médio Porte da Cemig. "Trata-se de um
certificado muito importante para a empresa. Com a certificação, a
companhia pode vender energia para o RE100, grupo que congrega empresas
comprometidas com consumo de 100% de energia renovável e que já conta
com mais de 260 marcas, representando uma demanda de mais de 228 TWh",
comenta. "São grandes empresas como 3M, Danone, Nestlé e Novo Nordisk,
além de outros clientes livres que têm priorizado a sustentabilidade e
exigem certificados como esse para divulgação em seus relatórios",
destaca o gerente.

O registro da Usina de Emborcação pelo sistema internacional já
começou a dar resultados para a Cemig. A partir da certificação, foi
possível a renovação de um Contrato de Compra e Venda de Energia
entre a companhia e uma grande multinacional presente em Minas Gerais.

Cemig REC

A Cemig criou, ainda, um certificado próprio chamado "Cemig REC". Esse
certificado atende a padrões internacionais de exigência, como GHG
Protocol e Carbon Disclosure Project, e garante que a energia da
companhia é renovável, por meio de controles próprios e a partir de
metodologia proposta por uma consultoria especializada.

O Cemig REC atende aos objetivos da maioria dos clientes, assim como aos
principais protocolos de sustentabilidade. "A ideia foi criar um
certificado próprio, que tivesse o mesmo objetivo do I-REC para os
clientes e com custo reduzido, já que não precisamos de terceiros para
emiti-lo", informa o gerente.

Agora, a Cemig se prepara para também comercializar os certificados
I-REC e Cemig REC. "Estamos fechando critérios técnicos e, em breve,
também poderemos oferecer esses certificados aos clientes. Desta forma,
as empresas podem garantir que a energia que consomem é proveniente de
fontes renováveis e, portanto, limpa", finaliza.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários