Coluna

Pet News

Marcos Moreno

Marcos Moreno

Marcos MorenoSou Marcos Moreno, comunicador com vários anos dedicados ao trabalho de colunista e assessor de imprensa. Há alguns anos com trabalho na mídia impressa e eletrônica voltado para os animais, notadamente pets.

27/11/2020 04h00
Por: Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Moreno Pet News- 29 de novembro de 2020

 

Universidade Federal do Paraná confirma Sars-CoV-2 em 2 cães de Curitiba


Os tutores de ambos os cachorros foram diagnosticados com Covid-19, e não há evidências de que os animais tenham transmitido o novo coronavírus ou desenvolvido a doença


Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) confirmaram nesta segunda-feira (23) o diagnóstico do novo coronavírus em dois cães de Curitiba. Os cachorrinhos — um buldogue francês e outro sem raça definida — tiveram sintomas leves e passam bem. Eles fazem parte de um estudo multicêntrico coordenado pela UFPR que investiga o Sars-CoV-2 em cães e gatos de seis capitais do país (Curitiba, Belo Horizonte, Campo Grande, Recife, São Paulo e Cuiabá).
O buldogue francês é um macho adulto, e seu dono testou positivo para o novo coronavírus em teste RT-PCR. Segundo contou aos pesquisadores, o animal — que dorme na mesma cama que ele — apresentou uma leve secreção nasal. O cachorro testou positivo em um primeiro teste e, no segundo, um dia após o primeiro, ele já estava negativado.
O outro caso foi parecido: a tutora do cão, um macho adulto, também foi diagnosticada com Covid-19. Seus quatro cachorros, que também dividem a cama com ela, apresentaram espirros discretos. No entanto, apenas um deles testou positivo para o novo coronavírus.
As amostras coletadas na UPRF serão enviadas para confirmação no TECSA Laboratório Animal, em Belo Horizonte. E os dados serão registrados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
Vale ressaltar, no entanto, que não há casos confirmados de cães e gatos transmitindo o vírus para pessoas — apenas o contrário. Em comunicado à imprensa, o professor da UFPR Alexander Biondo, coordenador do estudo nacional, ressalta que os animais podem se infectar pelo Sars-CoV-2, mas isso não significa que desenvolvam a Covid-19 ou contaminem seres humanos.
De qualquer forma, em caso de suspeita ou diagnóstico nos tutores, é indicado manter o distanciamento do bichinho e usar máscara.


Caso em gata
Em outubro, uma gata em Cuiabá foi o primeiro pet do Brasil a ser identificado com o novo coronavírus. Em teste RT-qPCR realizado por cientistas da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), foi confirmada a presença de RNA viral na felina. E agora, os pesquisadores trabalham no sequenciamento do genoma do vírus.
“Vai servir para confirmar que é o Sars CoV-2, pois a RT-qPCR identifica só um pedaço do genoma, mas também qual a estirpe ou cepa. Poderemos saber de onde veio”, explica o professor Emanuel Maltempi, coordenador do Laboratório do Departamento de Genética da UFPR, que também atua nessa investigação.

***

 

Eleitos pela causa

 

Então amigos, vários dos vereadores eleitos em Uberaba nesta eleição, apresentam propostas para a causa animal, e três deles, já têm um trabalho em torno da causa. A pioneira Denise Max, a Alessandra Piagem e o Caio Godoy. A Denise foi reeleita e já acumula uma experiência do que é estar politicamente engajada na causa. Os outros dois estão começando uma carreira política agora. Já cumprimentei aqui os vitoriosos, sem citar o nome deles. Cumprimento novamente. Vocês foram eleitos com uma plataforma que toca o coração de todo o mundo (ou quase todo mundo). E vocês são diferentes da maioria porque você não apenas se comovem com o sofrimento deles, mas vão à luta para amenizar esse sofrimento, recolhendo, procurando um lar que os adote e os trate bem, atendendo denúncias e reivindicando melhorias dos setores responsáveis por essa questão tão delicada em uma cidade. Estamos confiantes em vocês. Agora os “cachorreiros”, como somos chamados, temos 3 para representar nossas ideias na Câmara. Vamos cobrar, viu. Bom, aproveito para lembrar você mais uma vez sobre a arrecadação de medicamentos que você não está usando mais para o seu pet e pode doar para outros que não podem comprar. Também matérias como esparadrapo, algodão, seringas, etc. Você só tem que ligar para o telefone 9 9205-1704 e falar com o Raphael que ele vai na sua casa buscar. Esse gesto pode salvar vidas de outros animais.

Quando puder, visite o meu site, o www.morenopetblog.com.br. Tem sempre boas matérias e entrevistas.

 

***

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários