Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

03/12/2020 04h00
Por: Redação

DECEPÇÃO DE AMOÊDO

A "onda laranja" ensaiada pelo partido Novo em 2018, com a estreia da sigla nas eleições gerais, chegou às disputas deste ano como uma marolinha. Nem a principal liderança do partido, o ex-presidenciável João Amoêdo, escondeu a frustração pelos 29 vereadores e um prefeito eleitos em 2020, número considerado por ele "aquém" das expectativas.

 

RELEMBRANDO

A futura prefeita de Uberaba Elisa Araújo (SD) iniciou sua trajetória política no partido Novo, apoiada pelo governador Romeu Zema (Novo), entretanto, o partido rejeitou sua candidatura a prefeita de Uberaba, onde foi abraçada por Eduardo Palmério no Solidariedade.

 

DESCANSO MERECIDO

Segundo informações, a prefeita eleita Elisa Araújo (SDD) vai tirar 10 dias de descanso até a diplomação pela Justiça Eleitoral. Segundo fontes da coluna BASTIDORES Elisa deverá ficar na Bahia em tradicional praia frequentada por uberabenses.

 

FUGINDO DO ASSÉDIO

As informações passadas é que a prefeita eleita, fugirá do assedio após as eleições, existem diversas pessoas que acreditavam que ocupariam cargos de secretaria e de destaque na Prefeitura. Elisa irá implementar o enxugamento dos cargos comissionados, extinguir secretárias e a proposta é que o “caminhão continue vazio”.

 

SERÁ?

Comentários dão conta, que a futura prefeita Elisa Araújo (SDD) irá realizar processo seletivo para suprir os cargos comissionados de segundo e terceiro escalão de sua administração.

 

PSDB NOS TRIBUNAIS

De acordo com informações obtidas pela coluna BASTIDORES, o PSDB de Uberaba está sondando advogados em Belo Horizonte para reformar a decisão de primeira instância e obter êxito em uma das ações que indeferiu seus candidatos e conquistar a vaga para vereador para Wilmar Galo.

 

PAGAMENTO DOS COMISSIONADOS

De acordo com informações levantadas, o prefeito Paulo Piau pagará todas as rescisões dos cargos comissionados até o final de sua gestão.

 

ESTADUAL

Circula nas rodas políticas que o presidente do Solidariedade Uberaba e vice estadual Eduardo Palmério fará dobradinha com o deputado Federal Zé Silva (SDD) e será candidato a deputado estadual pelo Solidariedade.

 

SEGUNDA OPÇÃO

A empresária Miria Rezende, presidente do Sindicato da Indústria de Materiais Plásticos de Uberaba, parceira inseparável de Elisa Araújo (SDD), poderá ser a segunda opção para fazer dobradinha com Zé Silva, sendo candidata a deputada estadual, caso Eduardo Palmério não seja candidato.

 

OPOSIÇÃO OU NÃO

O candidato derrotado Tony Carlos (PTB) não manifestou se fará oposição a administração de Elisa Araújo (SDD), Tony está focado em encerrar sua prestação de contas e depois irá reunir com seu grupo político para traçar os rumos a serem tomados.

 

UNIDOS OU SEPARADOS

Outro questionamento que roda os bastidores da política em Uberaba, é a formação da mesa da Câmara Municipal, questionamentos surgem a todo momento, se o deputado Franco C. Gomes persistirá na candidatura a presidente de seus vereadores, ou somará esforços para conduzir Ismar Marão ou Almir Silva à presidente.

 

APERTADO PARA FRANCO

Conforme já relatado, o deputado Franco C. Gomes possui compromisso com a presidente nacional do Podemos para sair do Progressistas e migrar para o Podemos. A permanência no PP é duvidosa, pela quantidade de voto necessário para ser reeleito.

 

MAIS CANDIDATOS A FEDERAL

Além Marcos Montes (PSD), Paulo Piau (MDB), Aelton Freitas (PL), Zé Silva, (SD) André Janones (Avante), Wellington Prado (PROS), Zé Vitor (PL), Greyce Elias (Avante), Franco C. Gomes deverá ainda, enfrentar na terrinha do Zebu, Thiago Mariscal (PSC), o próprio tio, Renato Cartafina (PSDB), Wagner Júnior (PROS), Eclair Gonçalves (DEM),  Daniel Franco (PTB), Patrícia Melo (PT), Anderson Adauto (sem partido), e outros que poderão engrossar o time.

 

KALIL PARA PRESIDENTE

Alexandre Kalil (PSD), reeleito à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), voltou a falar sobre a possibilidade de concorrer à Presidência da República em 2022. Segundo o prefeito, ele não descarta uma candidatura, mas afirma que não ambiciona o cargo.

 

PALHAÇO

Após ser chamado de “projeto de ditador” pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), rebateu as críticas do parlamentar sobre o possível fechamento da capital, em decorrência do aumento do número de casos de Covid-19. “Meu pai dizia: se não tem público, não tem picadeiro. Se não tem picadeiro, não tem palhaço”, disse Kalil, em entrevista à Globo News, na manhã de ontem.

 

COM CLASSE

Senador Carlos Viana (PSD) rebateu o prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD): "Ele não fala pelo partido". Viana respondeu ao prefeito de BH, que, em entrevista ao Roda Viva, condenou relação entre o PSD e o governo Bolsonaro, do qual Viana é vice-líder no Senado.

 

COVID-19 EM MINAS

Até o momento foram 424.155 casos confirmados de Covid-19 em Minas. Estão em acompanhamento 27.776 casos e são 386.258 casos recuperados. Estão confirmados 10.121 óbitos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários