Saúde

Vai para a praia? Urologista indica 4 principais cuidados que evitam a infecção urinária no verão

O verão é um período em que as pessoas associam calor, férias, dias de sol, praia. Mas nem tudo são flores; a diversão pode ser prejudicada já que há um aumento dos casos de infecção urinária, comumente observados nesta época.

08/01/2021 04h00
Por: Redação

Na estação, crescem as chances de infecção de urina em razão da
presença anormal de bactérias nas regiões do trato urinário.

A doença é muito mais comum no sexo feminino, com até 90% dos casos.
"Isso se deve, principalmente, ao fato da uretra feminina ser mais curta
(cerca de 5 cm) em relação a do homem e também por ser muito próxima
ao ânus - moradia das principais bactérias urinárias" afirma o
urologista e Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU),
Dr. Danilo Galante.

Para aproveitar o que o verão oferece de melhor, o especialista listou
4 principais cuidados que, ao serem adotados, livram qualquer um de
sofrer com este desconforto!

Cuidado com a desidratação

O calor também aumenta a desidratação_ (principal razão para o
aumento dos casos de infecção e a ingestão insuficiente de
líquidos)_._ Galante recomenda consumir pelo menos dois litros de água
por dia.___

_ _

Biquíni molhado

A exposição à umidade, com uso de roupas de banho molhadas durante o
dia todo _favorece a infecção por fungos como a candidíase; que
acomete homens e mulheres. Este tipo de infecção facilita o processo
de infecção urinária por bactérias (ambas acontecem com frequência
de forma associada). Galante recomenda _secar-se bem após sair da água
e trocar o biquíni molhado por uma peça de roupa seca, além de evitar
o uso de lingeries com tecidos sintéticos, bem como roupas justas
demais, que dificultam a ventilação da região genital.

Alimentação desregrada

A adoção de uma dieta desequilibrada por conta das festas de fim de
ano e do período de férias pode ocasionar uma queda da resistência,
desequilibrando o organismo e baixando sua proteção, o que favorece a
infeção urinária. O especialista aconselha uma alimentação
saudável, evitando o consumo em excesso de bebidas alcoólicas.

Não prender o xixi

Galante finaliza prescrevendo urinar logo após relações sexuais e
não 'prender' a urina quando surgir a vontade de ir ao banheiro.

  Dr. Danilo Galante - Formado em medicina pela Universidade Federal de
São Paulo (UNIFESP) com especialização em Urologia pela UNESP.
Pós-graduado em Cirurgia Robótica pelo Hospital Oswaldo Cruz - SP.
Doutorado em urologia pela USP, além de Fellow Observer of Johns
Hopkins School of Medicine Brady Urological Institute Laparoscopic and
Robotic Urologic Surgery. Membro Titular da Sociedade Brasileira  de
Urologia e Instrutor do ATLS (Advanced Trauma Life Support), atua em
áreas diversificadas como Cálculos Urinários; Infertilidade
(incluindo Reversão de Vasectomia), Disfunção Sexual e Cirurgia
Robótica. Site: https://drdanilogalante.com.br/ [1]

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários