Polícia

Suspeita de fraudar auxílio emergencial presa em banco em MG com R$ 60 mil

Mulher não soube explicar para a Guarda Municipal a procedência do dinheiro, que foi apreendido e encaminhado para a PF para investigar o crime

13/01/2021 04h00
Por: Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após denúncia anônima, uma mulher, de 40 anos, foi detida pela Guarda Municipal na tarde desta segunda-feira (11) dentro de um banco com R$ 60 mil em notas diversas. Segundo a GM, a suspeita é que o dinheiro tenha sido conseguido através de fraude do auxílio emergencial do governo federal. 

Ainda segundo o registro da GM, ao ser surpreendida pelos agentes, a mulher portava o dinheiro dentro de saco, e ao ser questionada não soube explicar sobre a procedência.

Por isso, a mulher suspeita foi levada para a Delegacia da Polícia Federal (PF) para as próximas providências. O dinheiro e o celular da mulher foram apreendidos.

Segundo um recente relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), cerca de oito milhões de brasileiros podem ter recebido indevidamente o auxílio emergencial. O órgão identificou, por exemplo, o pagamento do auxílio a milhares de militares e a jovens de classe média alta.

O Código Penal prevê, para os crimes de estelionato e falsidade ideológica, pena de reclusão de um a cinco anos, e multa. Já a inserção de dados falsos em sistema de informações tem pena de reclusão de dois a 12 anos e multa.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários