Quarta, 21 de Abril de 2021
(34) 99869-4433
Anúncio
Política Política

Prefeitos reforçam alinhamento nas ações para combate à covid-19

Municípios ligados à macro Triângulo Sul destacam importância de união para vencer pandemia

26/02/2021 04h00
Por: Redação
Foto: André Santos/PMU
Foto: André Santos/PMU

Os efeitos da pandemia do coronavírus, também nos municípios da região, foi um dos principais temas de reunião promovida nesta quinta-feira (25) pela Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande (Amvale), sob a presidência do prefeito de Sacramento, Wesley de Santi de Melo, e a coordenação da secretária-executiva da entidade, Vanessa Silva Faria.

No encontro realizado na sede da associação, em Uberaba, os prefeitos presentes falaram sobre o atual cenário da Covid-19 em seus municípios e alinharam, por unanimidade, as sugestões apresentadas pela prefeita de Uberaba, presidente do Consórcio Público Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência da Macrorregião do Triângulo Sul (Cistrisul) e vice-presidente da Amvale, Elisa Araújo, para que as prefeituras atuem em conjunto e unidas no combate à pandemia.

“A reunião na Amvale foi excelente para reafirmar que os 27 municípios que compõem a região do Triângulo Sul estão unidos. É a união de forças para enfrentamento da covid. Uberaba se responsabiliza como cidade-polo e acolhe os municípios da região, com o objetivo único de realmente passarmos por esse segundo pico da doença, de maneira responsável e segura a toda população”, disse Elisa.

Compartilhamento de testes. De outra parte, a prefeita Elisa transmitiu uma notícia que agradou a todos os colegas prefeitos.  Uberaba recebeu do Governo Federal, 30 mil testes para covid (PCR), com vencimento para agora no final de abril. “Nós vamos compartilhar os testes com os municípios aqui da região para que todos possam ter a possibilidade de testarem a sua população, e assim isolarmos aqueles que estão contaminados, não aqueles que estão saudáveis. Para termos um mapeamento melhor”.  Ela informou, ainda, que em relação às vacinas, tem a previsão de chegada de mais 37 mil doses, nos próximos dias, para a área dos 27 municípios do Triângulo Sul.

“Municípios castigados” – “O momento nos exige unidade”, disse o presidente da Amvale. Segundo Wesley de Santi, “nós estamos sendo castigados pela pandemia. Os municípios não podem parar”. Lamenta que a vacinação contra a Covid-19 “está muito devagar”. Acredita, no entanto que, entre os meses de março e abril, o quadro possa se reverter, inclusive com a possibilidade de estados e municípios adquirirem doses das vacinas. “Se o governo (federal) não der conta de cumprir o plano (Nacional de Imunização), nós podemos comprar”. O líder municipalista refuta, ainda, que o processo é muito burocrático e, a propósito, “não temos nem acesso ao referido plano”. O lado positivo, finaliza, é a chegada de insumos. “Esperamos que tudo se normalize o mais rápido possível para imunização da população”.

Com a manutenção de todos os cuidados necessários devido à pandemia, o evento presencial serviu, também, para tratar de outros assuntos de interesse dos municípios, incluindo a realização de geoprocessamento para regularização fundiária de famílias moradoras em imóveis informais. E, como convidados, participaram os comandantes militares coronel Lemos Dias (5ª Região), tenente-coronel Ismael Campos (4º BPM) e tenente-coronel Michel Leandro Abrão (67º BPM), que falaram sobre a atuação da Polícia Militar na área da Amvale.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias