Quarta, 21 de Abril de 2021
(34) 99869-4433
Anúncio
Política Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

05/03/2021 04h00
Por: Redação

PROFESSOR DOS PROFESSORES

O editor chefe do JORNAL DE UBERABA Júlio César de Oliveira encerra um ciclo de 34 anos com o nosso tradicional jornal para assumir cargo de assessor de comunicação da Codau. Júlio César sempre foi um grande timoneiro, professor de muitos professores.

 

EXPEDIENTE SUSPENSO E HOME OFFICE

O presidente da Câmara Municipal de Uberaba, vereador Ismar Marão (PSD), suspendeu o atendimento ao público na Câmara Municipal de Uberaba, para os serviços de departamentos: Diretoria Geral, Procuradoria Geral, Controladoria Geral, Departamento de Secretaria, Administrativo, Administração dos Gabinetes, Compras, Licitação, Gestão em Recursos Humanos, Informática, Pagamento e Finanças, Gestão Contábil e Orçamentária. Os demais, deverão trabalhar em regime home office.

 

PÂNICO DA COVID

Os vereadores desta legislatura já restringiram o acesso do público às plenárias, na tentativa de evitar a covid-19. Agora tem vereador defendendo a realização das plenárias de forma virtual, aos moldes de diversas assembleias legislativas, para tentarem minimizar a circulação de pessoas na casa do povo.

 

JOGOU A TOALHA

Circulou nas rodas políticas que o deputado Heli Andrade (PSL) jogou a toalha, quanto a sua candidatura à reeleição como deputado estadual. Fontes da COLUNA BASTIDORES reafirmam que o vereador Ismar Marão (PSD) será o candidato do grupo em sucessão à Heli Andrade. Ainda informaram que a candidatura de Marão tem aval do líder Marcos Montes (PSD).

 

CANDIDATURA CERTA

É fato incontroverso que o ex-prefeito Anderson Adauto não possui impedimento para ser candidato em 2022, e sua candidatura a deputado federal está sendo construída dentro da capital mineira pelo alto clero do MDB, que tenta trazer Anderson novamente para o partido.

 

JULGAMENTO PELA CÂMARA

Os vereadores desta legislatura terão que efetuar o julgamento das contas do ex-prefeito Anderson Adauto. Tem vereador articulando para que o julgamento não seja técnico, mas político. A reprovação das contas por 2/3 dos vereadores, cassaria os direitos políticos de Anderson Adauto, impedindo sua candidatura em 2022.

 

A QUEM INTERESSA?

Articuladores políticos afirmaram à COLUNA BASTIDORES que alguns vereadores ligados a deputado federal querem articular a reprovação das contas, para tirar Anderson do cenário em 2022.

 

NO SILÊNCIO

Típico mineirinho, o ex-prefeito Paulo Piau (MDB) permanece no silêncio, evitando comentar sobre a atual administração municipal. De acordo com fontes da COLUNA BASTIDORES, o ex-prefeito manifestará na hora certa. Discreto e comedido, Piau está se dedicando totalmente às suas atividades familiares e educacionais.

 

PERSEGUIÇÃO POLÍTICA

O servidor Ney Correa, apoiador da prefeita Elisa Araújo (SD), distribuiu nota à imprensa expondo que possui mais de 25 anos como servidor público, e que nunca houve contra ele processo disciplinar, administrativo, ou representação no Ministério Público, nem quando presidente do Ipserv. Lembra que sempre promoveu gestão para zelar do patrimônio do servidor público, e que sua remoção do Ipserv se deu por ter esta conduta ilibada e por zelar o patrimônio do servidor público, não concordando com os atos que serão implantados no instituto, que serão lesivos ao servidor. Em conversa com a COLUNA BASTIDORES, o servidor informou que nunca pleiteou cargo comissionado, na atual administração.

 

RESPOSTA

De acordo com o Secretário de Administração, Beethoven de Oliveira, em conformidade com o artigo 46 da Lei Complementar 392/2008, que dispõe sobre o Estatuto do Servidor e a bem do serviço público, qualquer servidor está apto a ser transferido. “No caso específico, o servidor retornou para a Secretaria de Educação, onde já esteve lotado em diversos setores daquela pasta. Desde que ingressou no serviço público, o servidor esteve nas secretarias da Fazenda, Administração, Saúde, Meio Ambiente, Ipserv e Educação.” A resposta encaminhada pela Secretaria de Educação não esclareceu o motivo do retorno do servidor à Secretaria de Educação após 20 dias de ser transferido para o Ipserv.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias