Quarta, 21 de Abril de 2021
(34) 99869-4433
Anúncio
Entretenimento Coluna

Coluna social

Olésia Borges

06/03/2021 04h00
Por: Redação
Celma Salge, duplamente homenageada na data de 8 de março, pelo seu aniversário e pelo Dia Internacional da Mulher; na foto ela recebendo o carinho das suas belas filhas, Juliana e Fernanda Salge
Celma Salge, duplamente homenageada na data de 8 de março, pelo seu aniversário e pelo Dia Internacional da Mulher; na foto ela recebendo o carinho das suas belas filhas, Juliana e Fernanda Salge

Olesia 06 de março  

No mês das Mulheres...

...Elas comemoram duplamente o mês de março, a data de 8 de março e a celebração da vida e mais um aniversário. No Dia Internacional da Mulher, a talentosa Celma Salge (Make up) e a professora de música Adriana Queiroz recebem cumprimentos também pelo seu dia. Na terça- feira (9), as flores e homenagens vão para mãe e filha, as fashionistas Adriana Lyrio e Marina Lyrio, mommy da fofíssima Alice. Quem também comemora seu aniversário na terça-feira é a dinâmica empresária Monica Hial Abreu. Parabéns, em dose dupla... elas merecem...

 Dia Internacional da Mulher...

...O dia 8 de março, escolhido como o Dia Internacional da Mulher pela Organização das Nações Unidas (ONU), lembra a luta das mulheres pela igualdade de direitos. A data celebra em diversos países   as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos. A luta das mulheres por melhores condições de vida e trabalho teve início no final do século XIX, principalmente na Europa e nos Estados Unidos. De acordo com registros históricos, o primeiro Dia da Mulher foi celebrado nos Estados Unidos em maio de 1908, quando mais de 1.500 mulheres se uniram em prol da igualdade política e econômica naquele país. Após as transformações trazidas pela Segunda Revolução Industrial, as fábricas incorporaram as mulheres como mão de obra mais barata. No entanto, devido às condições insalubres e desiguais de trabalho, os protestos eram frequentes.

 

Aspectos históricos...

...A origem do Dia Internacional da Mulher possui várias controvérsias. Alguns associam o surgimento da data em consequência de um incêndio, que ocasionou a morte de 129 operárias de uma fábrica têxtil em Nova Iorque.  Antes, criou-se um mito em torno do dia 8 de março. Em 1857 teria acontecido uma greve das mulheres que trabalhavam na fábrica de confecção de camisas "Triangle Shirtwaist Company", em Nova York. Outra história bastante difundida surgiu em decorrência das manifestações das mulheres russas por melhores condições de vida e trabalho, no ano de 1917, durante a Primeira Guerra Mundial. A manifestação que contou com mais de 90 mil russas ficou conhecida como "Pão e Paz", sendo também considerado um marco para a escolha de 8 de março como o Dia Internacional da Mulher, data oficializada naquele pais em 1921. Mas, por muito tempo, a data foi esquecida e acabou sendo recuperada com o movimento feminista dos anos 60. A Organização das Nações Unidas (ONU) só reconheceu o Dia Internacional da Mulher no ano de 1975. Atualmente, além do caráter festivo e comemorativo, o Dia Internacional da Mulher continua servindo como forma de conscientização contra as desigualdades de gênero em todas as sociedades pelo aumento do feminicídio, especialmente em nosso pais.

 

No Brasil...

 

...As importantes conquistas das mulheres tiveram início com o direito do voto, no governo Vargas, através de lei promulgada em 7 de agosto de 1932. Mais recentemente, outra importante conquista foi a Lei n.º 11.340 de 2006, conhecida como Lei Maria da Penha. O nome é uma homenagem à farmacêutica cearense Maria da Penha, que sofreu violência do marido durante anos. Em 1983, o esposo dela tentou matá-la com um tiro de espingarda. Apesar de ter escapado da morte, ela ficou paraplégica. Quando, finalmente, voltou para casa, sofreu nova tentativa de assassinato, o marido tentou eletrocutá-la. Em 1994, Maria da Penha lançou o livro “Sobrevivi...posso contar” onde narra as violências sofridas por ela e pelas suas três filhas. Desde então, ela criou coragem para denunciar seu agressor, buscando inclusive apoio em organismos de Direito Internacional. As ações desenvolvidas por Maria da Penha tiveram êxito a partir de 2002, quando o Estado brasileiro foi condenado por omissão e negligência pela Corte Interamericana de Direitos Humanos. O Brasil teve que se comprometer em reformular suas leis e políticas em relação à violência doméstica. Hoje, a lei Maria da Penha é conhecida pela quase totalidade da população brasileira. Apenas 2% das pessoas do nosso pais afirmam nunca ter ouvido falar da lei. As denúncias de violência familiar e doméstica pelas mulheres, após a criação da lei, cresceram 86% em nosso pais. A lei Maria da Penha não contempla apenas casos de agressão física, mas também estão previstas situações de violência psicológica, afastamento dos amigos e familiares, ofensas, destruição de objetos e documentos, difamação e calúnia.

Empreendedorismo feminino...

,,,Apesar das desigualdades e diferenças salariais entre homens e mulheres, que ainda persistem, elas  estão cada vez mais ocupando o seu espaço na área do empreendedorismo. Neste mês da Mulher, o Shopping Uberaba promove um concurso, com o objetivo de valorizar a mulher empreendedora. Uma comissão convidada escolherá oito empresárias através das inscrições feitas até amanhã, dia 7 de março, no link https://forms.gle/waiUmirnfXd6U5Qw. As fotos e a história dessas grandes mulheres serão expostas naquele mall e os clientes e visitantes vão eleger três finalistas, que serão homenageadas pelo Shopping Uberaba.

 

Falando no Shopping Uberaba ...

...Foi aberta no dia 3 de março, na Praça de Eventos do Shopping Uberaba, a exposição "Projeto Geopark Uberaba - Terra de Gigantes". A mostra destaca três gigantes da cidade: Peirópolis/Dinossauros, Chico Xavier e ABCZ. A escultura de um dinossauro, assinada pelo paleoartista Rodolfo Nogueira, ocupa o centro da Praça. Quem passar pelo local conhecerá também o projeto que, se aprovado pela Unesco, vai representar o desenvolvimento econômico para Uberaba através do turismo sustentável. 

Guerreiras...

...No corredor principal do Shopping Uberaba foi aberta, também no dia 3 de março, a exposição "Um olhar para a vida". Belas fotos by Alysson Oliveira e textos da jornalista Rose Dutra destacam as Doze Guerreiras que estrelam o calendário solidário/2021. Para elas, a doença pode ser um recomeço, no sentido de valorizar o que realmente importa. A exposição é uma realização do Grupo Doze Guerreiras, com patrocínio da Unimed Uberaba e Cura Healing Center e apoio do Shopping Uberaba.

Arte Sustentável ...

...Outra mostra comemorativa do aniversário de nossa cidade acontece na entrada B do Shopping Uberaba. Vale conferir as interessantes esculturas e a arte sustentável produzidas em papelão  arrecadados para reciclagem, promovida pela Smurfit Kappa. A empresa Smurfit Kappa é um dos principais fornecedores de soluções de embalagens de papel em todo o mundo. As obras de arte em papelão destacam setores essenciais à nossa região, como a Agropecuária.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Olésia Borges
Sobre Olésia Borges
Economista pela FCETM e Professora, com pós graduação em Teoria Econômica pela PUC_MG, trabalhou na extinta MinasCaixa, passando pela área gerencial na agência e na Regional da autarquia. Colunista do Jornal de Uberaba há quase 25 anos
Uberaba - MG
Atualizado às 08h51 - Fonte: Climatempo
18°
Alguma nebulosidade

Mín. 15° Máx. 30°

18° Sensação
6 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Sexta (23/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias