Quarta, 21 de Abril de 2021
(34) 99869-4433
Anúncio
Cidade Cidade

Uberaba entra na onde roxa

Triângulo Sul e Norte entram para a onda roxa para restabelecer capacidade assistencial

06/03/2021 17h26
Por: Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uberaba entra na onde roxa, a partir deste domingo. A decisão foi tomada na manhã deste sábado (6), quando o Comitê Extraordinário Estadual da covid-19 se reuniu e definiu que a onda roxa vai ser ampliada para as macrorregiões do Triângulo Sul e Norte de Minas outras 21 cidades na microrregião em Ponte Nova. A determinação será publicada no Diário Oficial do estado neste domingo e passa a valer de imediato.

Segundo o governador d Minas, Romeu Zema, "o objetivo da medida é restabelecer a capacidade de atendimento hospitalar da região para preservar a rede de Saúde de todo o Estado", escreveu em sua conta no Twitter.

Com a onda roxa, os 27 municípios que integram a macrorregião Triângulo Sul terão de seguir, a partir deste domingo (7), as medidas de restrição impostas nesta fase pelo governo de Minas, com duração inicial de 15 dias. O mesmo vale para a macrorregião Norte de Minas foi incluída na Onda Roxa.

Os municípios que estiverem na onda roxa, a adesão é impositiva, por se tratar do colapso da rede de Saúde na região. “Não é um problema municipal, é um problema regional. O município que estiver na onda roxa terá duras restrições de funcionamento das atividades econômicas e horários de funcionamento. Nós estamos falando de um risco sistêmico”, afirma Zema. 

“Estamos beirando a exaustão do sistema de saúde no Triângulo Sul. Tomamos essa decisão para evitar a desassistência. Quando uma cidade-polo está à beira de um colapso, significa que todas as outras no seu entorno já estão também com os leitos quase, em sua totalidade, ocupados. A nossa intenção é, em 15 dias, restabelecer a capacidade hospitalar de toda região”, explicou o secretário de Saúde do Estado de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral.

“Vivemos um momento de muita tensão. Estamos acompanhando a aceleração da doença. As cidades do nosso entorno entraram em colapso no sistema de saúde. Pedimos a ajuda de todos nessa quinzena para que possamos vencer esse momento e ter dias melhores em relação à nossa saúde”, observou a prefeita Elisa Araújo.

 

Municípios – Os municípios que integram a Triângulo Sul são Araxá, Água Comprida, Campo Florido, Campos Altos, Carneirinho, Comendador Gomes, Conceição das Alagoas, Conquista, Delta, Fronteira, Frutal, Ibiá, Itapagipe, Iturama, Limeira Do Oeste, Pedrinópolis, Perdizes, Pirajuba, Planura, Pratinha, Sacramento, Santa Juliana, São Francisco de Sales, Tapira, Uberaba, União de Minas e Veríssimo.

A onda roxa foi criada na última quarta-feira (3) para conter a evolução da pandemia e restabelecer com velocidade a capacidade de assistência médica das macrorregiões Noroeste e Triângulo do Norte, preservando a rede hospitalar em todo o estado, o Governo de Minas, com o fechamento das duas macrorregiões de Saúde. No dia o governador afirmou que macrorregiões que estavam em estado de alerta, na onda vermelha, poderiam ser incluídas na roxa. Três dias depois a macrorregião Triângulo Sul e Norte de Minas foram incluídas para contemplar as medidas mais severas de restrição, como toque de recolher das 20h às 5h e aos finais de semana.

O Governo do Estado afirma que a nova onda criada prevê medidas mais restritivas para conter o avanço da contaminação pelo coronavírus, como restrição de circulação nas ruas em qualquer horário e barreira sanitária. Elas são impostas pelo Estado às prefeituras que estão à beira do colapso do sistema de saúde.

Segundo o governador Romeu Zema, nesta onda, todos as cidades, independente da adesão ou não ao Minas Consciente, deverão seguir as determinações estaduais.

É permitido o funcionamento de serviços essenciais e a circulação de pessoas fica limitada aos funcionários e usuários desses estabelecimentos. O deslocamento para qualquer outra razão deve ser justificado e a fiscalização será feita com o apoio da Polícia Militar (PM). Os serviços não essenciais poderão funcionar sem atendimento ao público, em sistema de delivery e venda on-line, respeitando o limite de horário do "toque de recolher" das 20h às 5h.

 

Regras – As regras para as cidades que estiverem na onda roxa incluem a proibição de circulação de pessoas sem o uso de máscara de proteção, em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado; a proibição de circulação de pessoas com sintomas gripais, exceto para a realização ou acompanhamento de consultas ou realização de exames médico-hospitalares; a proibição de realização de reuniões presenciais, inclusive de pessoas da mesma família que não coabitam; além da realização de qualquer tipo de evento público ou privado que possa provocar aglomeração, ainda que respeitadas as regras de distanciamento social.

Nessa fase, só será permitido o funcionamento de serviços essenciais e a circulação de pessoas fica limitada aos funcionários e usuários desses estabelecimentos. O deslocamento para qualquer outra razão deverá ser justificado e a fiscalização será feita com o apoio da Polícia Militar.

Regras da Onda Roxa

·         Fechamento do comércio não essencial;

·         Suspensão de cirurgias eletivas;

·         Apoio das forças de segurança;

·         Restrição de circulação de pessoas (só poderão sair de casa para atividades essenciais);

·         Toque de recolher das 20h às 5h;

·         Proibição de pessoas sem máscara em qualquer espaço;

·         Proibição de circulação de pessoas com sintomas de gripe;

·         Proibição de reuniões presenciais, inclusive entre parentes que não morem na mesma casa;

·         Implantação de barreiras sanitárias de vigilância;

·         Fechamento de bares e restaurantes (funcionamento apenas por delivery);

·         Proibição de eventos públicos e privados.

 

São considerados serviços essenciais:

  • Setor de alimentos (excluídos bares e restaurantes, que só podem via delivery);
  • Serviços de Saúde (atendimento, indústrias, veterinárias etc.);
  • Bancos;
  • Transporte Público (deslocamento para atividades essenciais);
  • Energia, Gás, Petróleo, Combustíveis e derivados;
  • Manutenção de equipamentos e veículos;
  • Construção civil;
  • Indústrias (apenas da cadeia de Atividades Essenciais);
  • Lavanderias;
  • Serviços de TI, dados, imprensa e comunicação;
  • Serviços de interesse público (água, esgoto, funerário, correios etc.)

 

Taxa de ocupação de leitos – Desde sexta-feira (26/2), o estado apresentou relevante aumento na taxa de ocupação de leitos, o que levou à criação da faixa mais restritiva do plano Minas Consciente.  A macrorregião de Saúde Triângulo do Sul está, atualmente, com 78,10% de ocupação dos leitos de UTI. Já a região Norte, tem 67,97% dos leitos ocupados. Já em Uberaba a ocupação de leitos está em 60% para UTI e 71% em enfermaria na rede pública. Já na rede privada a ocupação de leitos de UTI é de 100% e de enfermaria de 78%.

As macrorregiões Triângulo do Norte e Noroeste, que passaram para a fase roxa na última quarta-feira, estão, ambas, com 85% de ocupação dos leitos de UTI covid. Considerando as últimas quatro semanas, o aumento no número de internações na macrorregião Noroeste chegou a 106%, enquanto no Triângulo Norte o salto foi de 52%.

 

Municípios mineiros na onda roxa - Minas Gerais tem atualmente 194 cidades na onda roxa, englobando cerca de 4,6 milhões de mineiros.

TRIÂNGULO DO NORTE: 27 municípios

Abadia dos Dourados, Araguari, Araporã, Cachoeira Dourada, Campina Verde, Canápolis, Capinópolis, Cascalho Rico, Centralina, Coromandel, Douradoquara, Estrela do Sul, Grupiara, Gurinhatã, Indianópolis, Ipiaçu, Iraí de Minas, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Monte Carmelo, Nova Ponte, Patrocínio, Prata, Romaria, Santa Vitória, Tupaciguara, Uberlândia

NOROESTE: 33 municípios

Arapuá, Arinos, Bonfinópolis de Minas, Brasilândia de Minas, Buritis, Cabeceira Grande, Carmo do Paranaíba, Chapada Gaúcha, Cruzeiro da Fortaleza, Dom Bosco, Formoso, Guarda-Mor, Guimarânia, João Pinheiro, Lagamar, Lagoa Formosa, Lagoa Grande, Matutina, Natalândia, Paracatu, Patos de Minas, Presidente Olegário, Riachinho, Rio Paranaíba, Santa Rosa da Serra, São Gonçalo do Abaeté, São Gotardo, Serra do Salitre, Tiros, Unaí, Uruana de Minas, Varjão de Minas, Vazante.

TRIÂNGULO DO SUL: 27 municípios

Uberaba, Araxá, Água Comprida, Campo Florido, Campos Altos, Carneirinho, Comendador Gomes, Conceição das Alagoas, Conquista, Delta, Fronteira, Frutal, Ibiá, Itapagipe, Iturama, Limeira do Oeste, Pedrinópolis, Perdizes, Pirajuba, Planura, Pratinha, Sacramento, Santa Juliana, São Francisco de Sales, Tapira, Uberaba, União de Minas, Veríssimo.

NORTE: 86 municípios 

Berizal, Bocaiúva, Bonito de Minas, Botumirim, Brasília de Minas, Buritizeiro, Campo Azul, Capitão Enéas, Catuti, Claro dos Poções, Cônego Marinho, Coração de Jesus, Cristália, Curral de Dentro, Engenheiro Navarro, Espinosa, Francisco Dumont, Francisco Sá, Fruta de Leite, Gameleiras, Glaucilândia, Grão Mogol, Guaraciama,  Ibiaí, Ibiracatu, Icaraí de Minas, Indaiabira, Itacarambi, Jaíba, Janaúba, Januária, Japonvar, Jequitaí, Joaquim Felício, Josenópolis, Juramento, Juvenília, Lagoa dos Patos, Lassance, Lontra, Luislândia, Mamonas, Manga, Matias Cardoso, Mato Verde, Mirabela, Miravânia, Montalvânia, Monte Azul, Montes Claros, Montezuma, Ninheira, Nova Porteirinha, Novorizonte, Olhos-d'Água, Padre Carvalho, Pai Pedro, Patis, Pedras de Maria da Cruz, Pintópolis, Pirapora, Ponto Chique, Porteirinha, Riacho dos Machados, Rio Pardo de Minas, Rubelita, Salinas, Santa Cruz de Salinas, Santa Fé de Minas, Santo Antônio do Retiro, São Francisco, São João da Lagoa, São João da Ponte, São João das Missões, São João do Pacuí, São João do Paraíso, São Romão, Serranópolis de Minas, Taiobeiras, Ubaí, Urucuia, Vargem Grande do Rio Pardo, Várzea da Palma, Varzelândia, Verdelândia.

MICRORREGIÃO DE PONTE NOVA: 21 municípios

Acaiaca, Alvinópolis, Amparo do Serra, Barra Longa, Diogo de Vasconcelos Dom Silvério, Guaraciaba, Jequeri, Oratórios, Piedade de Ponte Nova, Ponte Nova, Raul Soares, Rio Casca, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, Santo Antônio do Grama, São José do Goiabal , São Pedro dos Ferros, Sem-Peixe, Sericita , Urucânia

 

Zoonoses inicia novo levantamento do LIRAa nesta segunda-feira


O Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses irá realizar, a partir de segunda-feira (8), um novo Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa). De acordo com o chefe da Seção de Controle de Endemias, Diogo Barros, serão avaliados mais de 6 mil imóveis para a aplicação de um levantamento por amostragem.

O trabalho será realizado até sexta-feira (12), aplicando uma média de visitas em imóveis selecionados em diversos bairros da cidade. "Vamos analisar várias regiões de forma a ter um perfil da cidade inteira e, assim, podermos traçar como será o monitoramento dessas áreas com maiores índices. A partir do momento que levantamos essas informações sabemos onde está o maior perigo para um possível foco de dengue e já atuamos prontamente direcionando o mutirão de limpeza, as equipes de campo e o bloqueio costal", pontuou.

É importante destacar que os mais de 140 funcionários que estarão envolvidos nesse trabalho já foram vacinados contra a Covid-19. "Nossos agentes estarão devidamente uniformizados e pedimos para que a população abra as suas casas. Todos os protocolos de segurança estão sendo seguidos e as equipes estarão com máscara e álcool em gel. É fundamental que a população saiba dessa segurança para atender a nossa equipe com tranquilidade e, assim, possamos traçar o melhor caminho para combater o mosquito transmissor da dengue", reiterou.

Após a coleta dos dados, o departamento deverá divulgar o resultado do levantamento em duas semanas. Diogo explica que será preciso respeitar tanto o prazo de análise dos tubos com as larvas quanto o prazo da análise das estatísticas.

O trabalho é realizado pela equipe da Seção de Controle de Endemias.

 

 

Semana da Mulher em Uberaba inicia atividades nesta segunda

 

Com o tema "Um novo tempo começa agora", a Prefeitura de Uberaba inicia as celebrações em alusão ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, nesta segunda-feira. A programação acontece a partir das 13h30, com apresentação cultural da cantora Cida Lima, e abertura oficial às 14h, com a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, e a secretária interina de Desenvolvimento Social Gicele Gomes.
A solenidade será transmitida de forma on-line no canal do projeto Portas Abertas no YouTube, bem como diversas atividades que acontecem até o próximo dia 13, respeitando as medidas de enfrentamento da pandemia de Covid-19. Após, iniciam-se as palestras voltadas à Semana de Prevenção, Orientação e Empoderamento da Mulher, sendo a primeira às 14h20 com a secretária de Governo de Uberaba Indiara Ferreira, com o tema "Mulheres, um novo horizonte" e às 15h, Renata Nogueira irá falar sobre o "Projeto Mulheres do Bem", do qual é diretora.

 

Cronograma - A programação on-line ocorre sempre das 14h às 16h, sendo que nos dias 08, 12 e 13 de março, as lives acontecerão no canal do projeto Portas Abertas no YouTube: https://www.youtube.com/c/ProjetoPortasAbertas/featured, enquanto nos dias 9, 10 e 11 de março as lives serão no canal do https://www.youtube.com/channel/UCuDH3_0cJxxpsfk_wpY9COg/featured.
Todo o cronograma, com o tema das lives e rodas de conversa, estará disponível no site e nas redes sociais da Prefeitura de Uberaba. Para emissão de certificados, as pessoas podem fazer a inscrição pelo link 
http://uberaba.mg.gov.br/portal/conteudo,51403.

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias