Quarta, 21 de Abril de 2021
(34) 99869-4433
Anúncio
Polícia Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

19/03/2021 04h00 Atualizada há 1 mês
Por: Redação
Sergio Aristides Borges Oliveira Lidera a oposição ao presidente da CERTRIM Luiz Henrique
Sergio Aristides Borges Oliveira Lidera a oposição ao presidente da CERTRIM Luiz Henrique

CORRIGINDO

A COLUNA BASTIDORES recebeu a visita de Sergio Aristides Borges Oliveira e José Eduardo Rodrigues da Cunha (Zé da Égua), onde informaram que o candidato a presidente pela Chapa Certrim Renovação 100% não é o advogado Abdias Fernandes de Paula, mas o próprio Sergio Aristides.

 

ALTERNÂNCIA NA CERTRIM

De acordo com a chapa opositora, não reprovam os atos praticados pelo atual presidente, mas pretendem possibilitar alternância na administração da entidade. De acordo com Zé da Égua (Jose Eduardo), a proposta é fazer em três anos o que foi feito em 30 por Luiz Henrique.

 

OLHANDO NO RETROVISOR

Articulador político em conversa com a COLUNA BASTIDORES afirmou que a prefeita Elisa Araújo (SD) tem que olhar no para-brisa e enxergar aonde pretende levar a 6ª maior economia de Minas Gerais. Sua atuação está focada em olhar no retrovisor, isso é erro fatal para qualquer administrador público.

 

SERÁ?

O mesmo articulador político relembrou que durante a gestão do ex-prefeito Paulo Piau (MDB) e do secretário de Saúde Iraci Neto (PSD), a pandemia foi controlada por diversas ações preventivas e paliativas, e Uberaba era exemplo no combate ao covid para o Brasil. Contudo, após a troca de comando no município, Elisa Araújo quis fazer média com o Governo do Estado e abraçou os manauaras e coincidentemente implodiu os casos de covid na cidade, com novas variantes. Será que tem fundamento?

 

HOSPITAL SÃO JOSÉ

Dentre os planos de ações preventivas, o ex-prefeito Paulo Piau (MDB) e Iraci Neto (PSD) encamparam o prédio do Hospital São José, caso fosse necessário a criação de novos leitos de UTI, pois os equipamentos e estrutura ainda estão no prédio. E este projeto preventivo está abandonado pela Secretaria de Saúde de Uberaba.

 

SALÁRIO IRRISÓRIO

A desculpa de não haver profissionais para atuar na linha de frente ao combate da covid não é desculpa, afirma médico em conversa com a COLUNA BASTIDORES. Fazer pechincha com o valor do salário dos profissionais da saúde é absurdo! Quem quer arriscar a vida e de seus familiares por um valor irrisório.

 

VAI MORRER GENTE

O mesmo médico em conversa com a COLUNA BASTIDORES afirmou que dentro de 30 dias pode faltar oxigênio e demais insumos para as UTIs, e que a Secretaria de Saúde não está pensando por inteiro na problemática dos insumos que são necessários para abastecimento dos hospitais de Uberaba.

 

CONFISSÃO DO GOVERNADOR

O governador de Minas Romeu Zema (Novo) admitiu, na quinta-feira (18), que o Estado pode sofrer com a falta de oxigênio para pacientes com covid-19. O nível de estoque do insumo é baixo e não conseguirá atender todos os municípios.

 

COLAPSO DA SAÚDE

Em meio ao colapso no sistema de saúde, Minas Gerais registrou mais um recorde no número de casos confirmados nas últimas 24 horas. Foram 11.372 notificações computadas no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) em apenas um dia. Com isso, Minas já soma mais de 1 milhão de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, em março do ano passado. Até a manhã de quinta-feira (18), foram 1.003.104 casos.

 

VARIANTES DA COVID

Pesquisadores do Centro de Tecnologia em Vacinas (CTVacinas) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) identificaram três variantes do novo coronavírus em Belo Horizonte. Em janeiro, os pesquisadores encontram nas amostras analisadas a variante P.2, de mutações ocorridas no vírus em circulação no Rio de Janeiro, que se espalharam para outros lugares do Brasil. Neste mês, foram identificadas a variante P.1, com origem em Manaus, e a B117, a variante que surgiu no Reino Unido.

 

AONDE FOI O DINHEIRO?

Porta Voz nº 1.937 desta quarta-feira (17) trouxe os gastos da Codau com publicidade. Os valores excedem a casa dos R$ 300mil e os veículos de comunicação questionaram entre si, quem recebeu este dinheiro? Qual foi a campanha da Codau? Onde foram estes os gastos com publicidade? Isso porque nenhum veículo de comunicação, escrita, falada ou televisada, recebeu ou veiculou qualquer publicidade da autarquia.

 

OPINIÃO DO LEITOR

Leitor assíduo da COLUNA BASTIDORES entrou em contato para lembrar que não foi só o filho do Bolsonaro que realizou gastos acima da condição financeira. Lembrou que em 2020 o filho do ex-presidente Lula comprou jatinho avaliado em 20 milhões de dólares. Na opinião do colunista, o teatro é o mesmo, só muda os atores.

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias