Quarta, 21 de Abril de 2021
(34) 99869-4433
Anúncio
Cidade Cidade

Ceasa começa abril com ótimo volume de comercializações

Ceasa

02/04/2021 03h00
Por: Euripedes Antonio Campos

A unidade da Ceasa de Uberaba abriu o mês, nesta quinta-feira, com ótimo movimento comercial dos produtores. A maioria dos preços dos hortifrutigranjeiros operou com mercado estável.

De acordo com dados da Secretaria Municipal do Agronegócio (Sagri), 32 produtores participaram das vendas hoje (1°). Segundo o diretor de Abastecimento da PMU, Mauro Genésio, com o mercado estável, as comercializações foram significativas na unidade da Ceasa de Uberaba. “Este fato gera boas perspectivas para o mês de abril no setor de hortifrútis no Município", disse.

No geral, os produtos mantiveram preços das três últimas comercializações. Mauro, que é também operador de Mercado, citou, por exemplo, os casos da abobrinha que segue a R$50 a caixa de 22 quilos, jiló – também R$50 a caixa de 22 quilos, limão taiti – R$45 caixa de 22 quilos, mandioca – R$40  a caixa de 25 quilos e a cebola, R$70 a saca de 25 quilos.

Dois produtos, porém, fugiram a cotação da maioria e tiveram alta de acordo com os números apurados pela Ceasa nesta quinta-feira. Casos do alho, que pulou de R$150 para R$160 e da alface, cuja dúzia chegou a R$26 (antes entre R$20 e R$24).

Por outro lado, a cenoura e o chuchu tiveram queda nos preços. A cenoura foi comercializada, neste dia 1° de abril, a R$40 a caixa de 22 quilos (antes R$50) – queda de 25% e o chuchu saiu por apenas R$30 a caixa de 22 quilos.  “No começo de março, este mesmo chuchu chegou a R$80 a caixa, portanto, mercado em queda deste produto”, enfatizou Mauro Genésio.

A Unidade da Ceasa Uberaba fecha às 18h desta quinta e só reabre dia 5 de abril, já com a segunda “pedra” do mês, a partir das seis da manhã.

 

Feira de Peixes na Abadia - Já as feiras livres, apenas a matutina funciona nesta Sexta-Feira da Paixão (2). Em acordo entre a Secretaria do Agronegócio e a direção da Associação dos Feirantes ficou definido que a feira livre 1, que habitualmente acontece na rua Gonçalves Dias, bairro Fabrício, será transferida para a avenida Prudente de Morais, na Abadia. Lá, com o título de Feira de Peixes, haverá apenas barracas com hortifrutigranjeiros e seis bancas de peixes.

As feiras livres 2, 3 e 4, do período vespertino, não irão funcionar nesta Sexta da Paixão. No sábado, dia 3, as feiras voltam às suas comercializações normais. Já no domingo, dia 4, a tradicional feira livre da Abadia terá um incremento a mais. É que, com o novo decreto do dia 29 de março, está liberada a venda dos demais produtos, além dos essenciais.

 

Peixe também no Mercadão - Também no Mercado Municipal haverá venda de peixes nesta Sexta-Feira da Paixão. Porém, de acordo com o chefe da seção do Mercado, ligado à Sagri, Euripedes Júnior (o Sargento), apenas o boxe da peixaria abrirá suas portas, sendo que os demais não funcionarão. Ele lembra ainda que a entrada será pela porta de acesso à avenida Leopoldino de Oliveira, com expediente das 7 às 12h. “Sábado e domingo, o Mercadão terá funcionamento normal”, informou Sargento.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias