Quarta, 12 de Maio de 2021
(34) 99869-4433
Política Política

Vereador fala sobre eliminação da discriminação racial em entrevista

Vereador fala sobre eliminação

20/04/2021 03h00
Por: Euripedes Antonio Campos

Da Redação - Gospel FM - Uberaba

 

Para a Eliminação da Discriminação Racial, o vereador Pastor Eloisio (PTB) adiantou que vai cobrar ações mais contundentes do governo municipal para o combate à exclusão e ao preconceito. O vereador vai sugerir ao governo dar continuidade ao trabalho com as leis 10.639/03 e 11.645/08, promover a reflexão e o debate dos temas nas unidades escolares da Rede Municipal, além de combater o racismo e suas manifestações, tornando nossa cidade antirracista.

O vereador Eloisio quer que o município aprimore os mecanismos de verificação da aplicação das leis com projetos que sejam partes do Projeto Político Pedagógico das unidades educacionais, com acompanhamento do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir). Eloisio garante que já vem alinhando alguns projetos com o presidente da Fundação Cultural Cássio Facury e também com Maria Abadia presidente do Compir. "Um dos projetos é a realização de palestras e seminários que permitam a discussão aberta entre várias frentes, universidades, espaços culturais, estabelecimentos de ensino, lideranças de diferentes segmentos, estudantes, famílias e outros ", afirmou o vereador.

Em entrevista a Gospel FM – Uberaba, o vereador lembrou que como legislador vai lutar pela criação do Núcleo de Garantia de Direitos da Comunidade Negra. A expectativa é que o órgão que será criado se torne referência no atendimento a casos de violência doméstica e urbana, discriminação, racismo e intolerância religiosa. Para o vereador Pastor Eloisio Santos, já está passando da hora de implantar centros de estudos, pesquisas e discussão do tema em Uberaba.

O vereador já estuda também a possibilidade de criar uma Frente Parlamentar pela Igualdade Racial na Câmara. Eloisio informou que no seu mandato vai lutar também para criação do SOS, órgão para apoiar, auxiliar e complementar a luta pelos direitos humanos. "Entretanto, o atendimento poderia ser ainda melhor se depois do fato acontecido nesta semana, agilizasse a nomeação da Coordenadoria da Igualdade Racial, que ainda está pendente apesar da prefeita ter sido atendida quanto a lista de indicação do Compir em fevereiro. Com a nomeação vamos buscar juntos com a Fundação Cultural convênios e parcerias de infraestrutura para o atendimento aos cidadãos", ponderou o vereador.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias