Quarta, 12 de Maio de 2021
(34) 99869-4433
Cidade Reflexão

Sendo Franco, a cigana não disse nada de errado

Sendo Franco, a cigana

21/04/2021 03h00
Por: Euripedes Antonio Campos

Julio Franco

Agradeço a redatora e jornal pela oportunidade. Chegamos ao ponto final da estação, onde o absurdo em aceitar uma legião minoritária de imbecis úteis, sonhando em ver uma coisa abjeta e nociva, perambular por entre nós, aliás, um ex-presidiário comprovadamente corrupto e graças a este estúpido ser, chegamos ao fundo do poço. Do outro lado, milhares de pessoas trabalhadoras, pensantes, preparadas, de maior ou menor nível escolar, gente séria, cidadãos de valor, de respeito, são pais e mães de família. Isto sim, pessoas que desde a nobre profissão de gari, até presidente de grandes grupos, todos confiantes e cada dia mais crentes que o atual presidente é a melhor opção.

Aliás, de quem os partidinhos de esquerda não gostam? De quem a mídia canhota não gosta? De quem os imbecis úteis não gostam? De quem estamos falando? Sim, dele que acima de tudo, mesmo sem o preparo para a liturgia do cargo, jamais se envolveu com corrupção e metodologias doentias de governo. Eu desafio o leitor que seja um esquerdopata para uma conversa ao vivo, uma live com o intuito de desmascarar suas bestiais crenças, num delírio que a esquerda pode fazer algo de bom.

Opa, faz sim, comprar refinadora fora do país superfaturada, montar esquemas recheados de corrupção com algumas construtoras dentro e fora do país, para isto, estes inescrupulosos são maravilhosos. Aí, a instalação da CPI, em sua forma mais original possível para averiguar atitudes do governo federal, porque, seguir os desvios comprovados pela nobre Polícia Federal, a mídia nota como perseguição, faz-me rir esta mídia. Neste interim, temos um ex-comentarista esportivo que virou político, até gravando conversa com o Presidente e compartilhando geral.

 A esteira disto, uma enxurrada de despreparados plenos da emissora que todos não confiam, existe lá um tal farrapo humano que sempre aproveitou da Lei Rouanet querendo holofote. A reboque, temos uma bandinha auto-entitulada de rock muito flácida, muito ruizinha, fazendo e acontecendo músicas muitos sem noção (aliás, também se fartaram com a Lei Rouanet), outros tantos de artistas rasos da adorada Barra da Tijuca (lugar maravilhoso), também secaram as suas fontes via Lei Rouanet. Em suma, a Lei Rouanet em épocas de governos corruptos e impichados, distribuía centenas de milhões de reais para estes nada, ou quase nada, porque para ser nada, poderiam e precisariam fazer algo. São todos juntos, uma espécie de vácuo, um vazio sem nenhuma propriedade em nada que fazem e pensam.

Voltando ao cenário de 2022, haverá uma cena digna de Dante, uma cena que notarermos um ex-presidirário, ser banido da vida política, outros tantos doentios da esquerda, serem humilhados nas urnas, e alguns cacarecos mulambentos do centrão, querendo alguma luz, buscando ser minimamente lembrados por alguns míseros discípulos do vácuo. A dinastia da esquerda que dominou o país nos últimos 30 anos, está fora do baralho. O povo lúcido acordou, a sociedade está ciente daquilo que lhe convêm, porque o poder emana do povo, sem noção aquele que pensar diferente.

Em números absolutos o 4º. Maior país em vacinação, enquanto isto, a fanfarra dos “fique em casa”, vendo a miséria bater a sua porta, pedindo “podendo fique em casa, ou então se proteja e pelo amor de Deus” voltem a trabalhar. Vale lembrar que os desqualificados que foram impichados, deixaram uma herança de aproximadamente 13 milhões de desempregados, e graças a Deus, ao nosso lado, um homem do povo. Um ser humano que de fato é humano. Para não perder a elegância austríaca ou britânica, “Imma leave the door open” Vamos deixar as portas abertas, para que esquerdianos possam ir e nunca mais voltar, seria isto um favor, sigam atrás de alguma luz.

No mais, sempre pensando positivo, desejo amor, paz, união e uma abençoada semana a todos.

Julio Franco, conservador, analista financeiro, escritor, professor universitário e brasileiro com orgulho

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias