Quarta, 12 de Maio de 2021
(34) 99869-4433
Esporte Esporte

Gabriel Medina vence etapa de Narrabeen, na Austrália

Gabriel Medina

20/04/2021 19h31
Por: Euripedes Antonio Campos

O bicampeão mundial Gabriel Medina deu show e conquistou o título da etapa de Narrabeen, na Austrália, do Circuito Mundial de surfe. Ele derrotou o californiano Conner Coffin na decisão, com 18,77, o maior placar do ano, ultrapassando os 18,16 de John John Florence em Pipeline, contra 14,10 do adversário.

O título é o primeiro do brasileiro na temporada, na qual Medina lidera o ranking mundial.

"Finalmente pude surfar do jeito que queria em uma final, só com ondas e furar meus ares, me senti muito bem com isso", disse Medina ao site da Liga Mundial de Surfe. "É bom ganhar, eu estava perdendo esse sentimento."

O paulista lidera o ranking, com 25.600 pontos. Depois de bater na trave duas vezes na abertura da temporada, o brasileiro enfim soltou o grito de campeão. Ele havia perdido a primeira final no Havaí para John John Florence e a segunda para Italo Ferreira em Newcastle, mas agora disparou na liderança do ranking.

Quem também brilhou foi a gaúcha Tatiana Weston-Webb, ao barrar a tetracampeã mundial Carissa Moore nas semifinais. Na final, a californiana Caroline Marks achou as melhores ondas para vencer, mas a brasileira subiu para terceiro no ranking das três etapas disputadas. A performance de Medina no dia decisivo foi espetacular. Na decisão do título, já destruiu sua primeira onda, com uma sequência que valeu nota 9,27. Depois, pegou uma direita, acelerou até chegar na rampa para voar muito alto, fazer a rotação completa no ar com muita extensão e aterrissar de forma impecável.

A decisão feminina também terminou com uma final Brasil x Estados Unidos, valendo a vice-liderança isolada no ranking, e Caroline Marks festejou sua terceira vitória no CT por 12,57 a 11,34 pontos. As outras duas foram em 2019, na Gold Coast e em Portugal.

Tatiana volta a ocupar a terceira posição no ranking, como iniciou a temporada 2021 no Havaí. Ela tinha caído para o quinto lugar na primeira etapa da "perna australiana" em Newcastle e agora tem até chances matemáticas de brigar pela liderança em Margaret River Pro. Mas já precisa vencer essa etapa e a Carissa Moore não passar nenhuma bateria, o que é bastante improvável.

Tatiana volta a figurar na lista provisória das top-5 do ranking que vão decidir o título mundial no Rip Curl WSL Finals, em setembro na Califórnia. O Circuito Mundial terá sequência na região de West Australia, em Margaret River, de 2 a 12 de maio. Em seguida, entre 16 e 26 de maio, acontece a etapa de Rottnest Island.

Três brasileiros aparecem nos rankings masculino e feminino. Medica e Ítalo Ferreira ocupam o primeiro e segundo lugar do masculino, respectivamente, enquanto Tatiana Weston-Webb está em terceiro no feminino.

Confira como ficou o ranking da WSL (Liga Mundial de Surfe) após as etapas: Masculino - 1º Gabriel Medina (BRA) - 25.600 pontos; 2º Italo Ferreira (BRA) - 19.405; 3º John John Florence (HAV) - 14.650; 4º Kanoa Igarashi (JAP) - 12.810; 4º Conner Coffin (EUA) - 12.810.

Feminino - 1ª Carissa Moore (HAV) - 23.885 pontos; 2ª Caroline Marks (EUA) - 18.695; 3ª Tatiana Weston-Webb (BRA) - 16.495; 4ª Tyler Wright (AUS) - 15.220; 5ª Stephanie Gilmore (AUS) - 14.235.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias