Quinta, 13 de Maio de 2021
(34) 99869-4433
Cidade Bastidores

NOTA DE FALECIMENTO

NOTA

29/04/2021 03h00
Por: Euripedes Antonio Campos

NOTA DE FALECIMENTO

O deputado federal Aelton Freitas (PL) comunicou o falecimento de seu pai na última terça-feira (27), conhecido como Antônio Baiano, tinha 82 anos e era produtor rural, loteador e morador de Iturama (MG).

 

NOTA DE FALECIMENTO 2

Nesta quarta-feira (28) faleceu Vanessa Rosa da Silva Borges, esposa do vereador Varciel Borges Rodrigues. Vanessa, que esteve internada por quase 10 dias no Hospital São Domingos, estava grávida e foi mais uma vítima da Covid-19. Ela deixa um filho.

 

NOTA DE FALECIMENTO 3

Luto na Arquidiocese de Uberaba. Vítima da COVID-19 e suas complicações, o padre Alex Pereira dos Santos faleceu nesta quarta-feira (28/4) no Hospital São Domingos. Em cerca de cinquenta dias, quatro padres do episcopado perderam a vida para a doença

 

PASTOR ELOISIO

Vereador Pastor Eloisio (PTB) visitou nesta terça-feira (27) a Escola Adventista de Uberaba a convite da Diretora Geral Rode, Diretor Financeiro Tadeu e Representante da Capelania Daniel. Na oportunidade a diretoria da Instituição apresentou toda a estrutura física do local, material de estudo e a proposta pedagógica para esse ano de 2021.

 

CEI DAS UPAS

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal de Uberaba, formada para investigar possíveis irregularidades nas gestões das UPAs (FUNEPU), realizou nesta quarta-feira (28). O presidente da CEI, o vereador Paulo César Soares (PMN), o China, onde estão sendo apuradas denúncias de mal atendimento a comunidade, o contrato de terceirização das UPAs, firmado na gestão de Paulo Piau com a FUNEPU, e que não estaria sendo cumprido, além de levantar os custos para o Município de tal terceirização.

 

COVID MINAS

Quase 33 mil pessoas já perderam a vida para a Covid-19 em Minas Gerais. Só nas últimas 24 horas, 488 novas mortes foram registradas no Estado, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde (SES-MG) nesta quarta-feira (28). Hoje, a taxa de letalidade está em 2,5%, e média de idade dos óbitos confirmados está em 69 anos.

 

BOLSONARO BIPOLAR

Durante participação em evento remoto da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio-MG), nesta quarta-feira (28/4), o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), criticou a gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), durante a pandemia de COVID-19. Segundo o mineiro, o chefe do governo federal confundiu a população, com decisões diferentes de prefeitos e governadores.

 

FARRA NA CEMIG

A Cemig aumentou o número de diretorias durante o governo de Romeu Zema (Novo) e elevou seu gasto com cargos na diretoria e conselhos. Em 2020, o aumento ultrapassou R$ 4,5 milhões com “pessoal-chave da administração”. A Cemig aumentou o número de diretorias durante o governo de Romeu Zema (Novo) e elevou seu gasto com cargos na diretoria e conselhos. Em 2020, o aumento ultrapassou R$ 4,5 milhões com “pessoal-chave da administração”.

 

PRISÃO REVOGADA

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) revogou nesta quarta-feira (28) a prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB). A informação foi divulgada pela "CNN Brasil". O processo, que corre em sigilo de Justiça, estava na pauta de julgamento da 8ª Turma da Corte.  A medida atendeu a pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-parlamentar, que poderá deixar a prisão domiciliar. Ele estava sob o regime, usando tornozeleira eletrônica. O passaporte de Cunha continua retido. O emedebista estava preso preventivamente desde outubro de 2016, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

 

CENSO 2021

O ministro Marco Aurélio, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou o governo federal realizar o Censo do IBGE em 2021. O Executivo havia cancelado a realização do levantamento por falta de dinheiro. O magistrado, porém, acolheu pedido do estado do Maranhão e determinou ao governo a "adoção de medidas voltadas à realização do censo".

 

SENADORES CONTRA RENAN

Os senadores Jorginho Mello (PL-SC), Marcos Rogério (DEM-RO) e Eduardo Girão (Podemos-CE), parlamentares alinhados com o Palácio do Planalto, acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que a corte retire o senador Renan Calheiros (MDB-AL) da CPI da Covid em razão de suposta "suspeição". Caso o pedido principal não seja atendido, os governistas pedem que a corte ao menos declare o "impedimento" de Renan e casse sua indicação para a relatoria do colegiado. No mandado de segurança protocolado no STF na noite desta terça-feira, 27, os parlamentares vinculam a suposta "suspeição" de Renan ao "parentesco sanguíneo com um possível investigado" - o governador de Alagoas, Renan Filho.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias