Mosaic
Coluna

Política

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio HumbertoCláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder, responsável pela ascensão de Fernando Collor de Mello no cenário político nacional. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

06/09/2019 06h00Atualizado há 3 meses
Por: Redação

“O que está encolhendo é o espaço da esquerda”

Chanceler Ernesto Araújo em resposta à chilena Michele Bachelet sobre o que ela chamou de diminuição do espaço democrático no Brasil. 

 

Corruptores levavam MP pronta para Lula assinar

Empresários com interesse em comprar medidas provisórias, durante o governo Lula, já chegavam às reuniões para tratar do assunto levando o texto a ser assinado pelo presidente da República e o então ministro da Fazenda, Guido Mantega. Esta é uma das revelações mais contundentes de Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda do governo Lula, ao relatar como empresários com dívidas bilionárias em impostos compraram a MP 470, autorizando o parcelamento desses débitos.

 

Valor da propina

Odebrecht pagou R$50 milhões pela MP 470 e totalizou R$14 milhões o suborno pago por Benjamin Steinbruch, da CSN, diz o ex-ministro.

 

Ometto se enrolou

O magnata do setor de distribuição de combustíveis Rubens Ometto também participou da compra da MP 470, segundo acusa Palocci.

 

Trabalho intenso

“Eles trabalhavam intensamente até na redação (das MPs)”, afirmou Palocci, durante seu depoimento em acordo de delação premiada.

 

Pagou, levou

“Muitas vezes, empresas como a Odebrecht levavam a redação da MP pronta”, reforçou o ex-ministro durante depoimento a procuradores.

 

‘Acordo’ com Sistema S é lorota de secretário

O secretário de Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, aos poucos consolida a reputação de um contador de lorotas. Acusado de fazer pedidos pouco republicanos ao ex-presidente da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) Augusto Ferreira, o secretario divulgou haver fechado um suposto acordo para reduzir em 20% a contribuição para o Sistema S. Mais uma lorota: o “acordo” foi negado por todas as confederações consultadas.

 

Petit comitê não pode

A reunião do tal “acordo” trombeteado por Carlos da Costa foi só com Carlos Melles, do Sebrae Nacional, e um presidente de confederação.

 

Representatividade

Acordo com o Sistema S Para será legítimo apenas com a participação das 99 confederações que representam 5.174 sindicatos patronais.

 

Expectativa é enorme

O ex-presidente da ABDI Augusto Ferreira prometeu revelar mais sobre Carlos da Costa, que o parceiro Paulo Guedes levou para o governo.

 

Dilma desfila hipocrisia

Dilma Rousseff esteve no Congresso “contra privatizações” de Bolsonaro, mesmo tendo feito a maior sequência de privatizações da História. Foram mais de 20 trechos rodoviários e ferroviários, os cinco mais rentáveis aeroportos e todo o petróleo no campo de Libra.

O poder engorda?

Ministro do Trabalho e da Previdência no governo João Goulart, Almino Afonso estava no cargo há apenas dois meses, mas havia engordado. Ao encontrá-lo na Câmara, o deputado José Maria Alkmin não perdoou: “Almino, pelo jeito o poder engorda mesmo. É só dar uma olhada em você.” Almino respondeu de bate-pronto: “A tese é pelo menos discutível: você sempre esteve no poder ou perto dele e, mesmo assim, continua magro como um palito…”

 

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias