Segunda, 21 de Junho de 2021
(34) 99869-4433
Saúde Saúde

Ocupação de leitos de enfermaria começa a cair

Ocupação de leitos

10/06/2021 04h00
Por: Euripedes Antonio Campos
O Hospital Regional José Alencar é referência em atendimento de pacientes com COVID-19 em Uberaba e região - Foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação
O Hospital Regional José Alencar é referência em atendimento de pacientes com COVID-19 em Uberaba e região - Foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação

O Hospital Regional José Alencar é referência em atendimento de pacientes com COVID-19 em Uberaba e região(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)

A taxa de ocupação em leitos de enfermaria para pacientes com COVID-19 em Uberaba iniciou uma pequena, mas importante, redução. A vacinação das pessoas acima de 60 anos, entre outros públicos, pode ter provocado a diminuição, já que no último mês de maio foi registrado no município o maior número de casos positivos da doença, desde o início da pandemia.

Nestes primeiros oito dias de junho, continuam altos para a cidade o número de mortes e novos casos diários. Nas últimas 24 horas, foram registrados 106 casos positivos e 11 mortes.

Nos últimos dois meses em Uberaba, de um total de 209 leitos de enfermaria/COVID disponíveis nas redes públicas e privadas da cidade, havia em torno de 160 internados.

Segundo o último boletim epidemiológico, há neste momento 129 internados na ala enfermaria/COVID de Uberaba.

Por outro lado, desde o mês de fevereiro deste ano, as internações em UTIs/COVID da cidade estão no limite ou perto disto.

Conforme o último boletim, de 103 leitos de UTI para pacientes com COVID-19 disponíveis, 88 estão ocupados, sendo que dos 60 existentes na rede pública, 57 estão com pacientes; e dos 43 da rede privada, há 31 pessoas em estado grave.

 

Vacinação pode ser a explicação da redução das internações - Segundo boletins epidemiológicos da COVID-19 em Uberaba, maio fechou como o mês com mais registros de novos casos do novo coronavírus (5.351). Até então, abril era o mês com mais casos positivos da doença, com 4.847.

O crescimento acelerado se iniciou entre dezembro do ano passado, com 839 novos casos, e janeiro deste ano, que fechou com o número de casos positivos em 2.511.

A partir de então, foram contabilizados 2.918 novos casos em fevereiro, depois 3.861 em março e números perto de 5 mil novos casos nos próximos dois meses.

Com relação ao número de óbitos de cada mês deste ano, houve uma pequena queda entre abril e maio, mas ainda continua alto para a cidade de Uberaba. Em abril, foram registradas 233 mortes e neste mês de maio foram contabilizadas 214 óbitos.

Desde o início da pandemia, foram contabilizados em Uberaba 30.349 casos positivos, sendo que destes, 1.038 pessoas morreram e 26.584 se recuperaram.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias