Segunda, 02 de Agosto de 2021
(34) 99869-4433
Cidade Reflexão

“ Plantar o verde pra colher maduro”

“ Plantar o verde pra colher maduro”

13/06/2021 04h00
Por: Euripedes Antonio Campos

Arahilda Gomes Alves

Recebi, de um dos grupos do meu WhatsApp, (leitura viciada de todas as manhãs junto à dos jornais do dia) uma lição de amor colhida em país distante e que nos chega via Internet semeada pelos caminhos…

Convida-nos a guardar sementes de frutos comestíveis, secá-las e ao sair pelos campos, jogá-las ao vento para que cresçam, alimentem e deem sombra aos viandantes.

Possivelmente, não serão elas a nos apetecerem, mas as gerações que nos procederem serão presenteadas com tamanho gesto cívico, ao invés de serem desperdiçadas nas lixeiras sabendo –se que ainda serviriam de adubos às plantinhas que ornamentam e alegram nossa existência.

Mas precisando também de dar-lhes atenção para crescerem viçosas, não nos esquecendo de regá-las e dar-lhes vida com o calor do sol. Através desses procedimentos, uma corrente de cuidados lembrando-nos da proteção ao ambiente com as águas dos rios, com as margens ribeirinhas e também com nosso corpo e nosso espírito formando uma espiral de bons hábitos, que só nos têm a presentear.

Nós brasileiros, ainda não formamos hábitos de separar o lixo de acordo com o que não mais nos serve, de cuidar do chão, onde pisamos, não nos preocupando de jogar o lixo no lixo. Contaminamos o ar que respiramos e quase não praticamos cuidados com a higiene fazendo das mãos o alcance negativo de nossa saúde, hoje, obrigatória devido à pandemia rabugenta!

Aprendemos muito com povos mais educados. Lembro-me, que ao atravessarmos de ônibus, uma das ruas da Suíça, alguém ousou jogar um papel de bala pela janela tendo a” perseguição” dos atentos homens da higiene o de parar o veículo dando advertência. 

Na Áustria, ao descortinarmos o lendário Danúbio azul, que deu nome à famosa valsa vienense de Strauss Jr., mas de cor marrom-claro, por todo seu vasto curso, a limpeza de suas margens, o verde que o protege como moldura oferece aos turistas o navio John Strauss, para navegar por ele. Nos belos jardins de Viena, monumentos de Mozart, Schubert, Beethovenn, a cidade que fora considerada o maior centro da música europeia. Daí a vontade firme de viver saudavelmente construindo esperançosa cidadela de reforçados caminhos sempre renovados colhendo frutos sazonados durante as quatro estações do ano, que o tempo não prescreve.

 Por todo o leito navegável e coroando a mente do compositor, a criatividade, também, para o Conto dos Bosques de Viena, que o Rei da Valsa e toda sua dinastia plantou em Viena, a terra de Sissi Imperatriz, casada com Francisco José hospedando-nos no hotel, antigo palácio do casal, ao lado do palácio de Schömbrunn, residência de verão dos monarcas.

     Dizem que Berlim rodeada pelo rio Elba, é uma cidade com grande bosque, que tem uma pequena cidade. Isto porque uma lei do século 17 obrigava que todas as ruas e casas deveriam plantar árvores. Daí ser a cidade mais arborizada do mundo. Pelas estradas ornamentavam-nas margaridinhas recebendo jatos de água descrevendo desenhos geométricos irrigando o vergel repleto de florinhas bucólicas e coloridas. 

Se a vegetação recebe a água tratada, vários países da Europa lembrando apenas, a Holanda com suas tulipas e jacintos jorram água potável abundante das torneiras para o desenvolvimento ambiental da população.

E viva Mona Liza inspirando sua saudável juventude desde o Renascimento eternizada por Da Vinci...

 

Arahilda Gomes Alves - Cadeira 33 ALTM; vice-presidente -2ª-gestão; membro Academia Poetas Portugueses e Academia Letras e Artes Portugal; cônsul Poetas Del Mundo; Academia Internacional do Brasil; diretora cofundadora Fórum Articulistas de Uberaba e Região. Partícipe Rede Sem Fronteiras; sócia Poemas à Flor da Pele.  Dois primeiros lugares em Contos (R.S) e Feira do Livro (México). Crônica (2018). Escreve crônicas no JU desde 1993.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Reflexões
Sobre Reflexões
Artigos diários
Uberaba - MG
Atualizado às 03h26 - Fonte: Climatempo
13°
Poucas nuvens

Mín. 11° Máx. 28°

13° Sensação
24 km/h Vento
48.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (03/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Quarta (04/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias