Sexta, 24 de Setembro de 2021
(34) 99869-4433
Cidade Social

Fabiana Silbor

Fabiana

27/06/2021 04h00
Por: Euripedes Antonio Campos
Fabiana Silbor

Bem-vindo.

Bem-vinda.

 

RESPEITO

É importante combater a violência, a discriminação e o preconceito.

Fazer amor é mais do que erotismo. É realizar afetos no cotidiano das relações.

Faça uma escolha sábia: faça amor pelo direito de ser feliz.

E, deixe o outro ser também sem hipocrisia.

Respeitar e cuidar bem da própria vida são sintomas de evolução.

Ah... e para quem cultua a ignorância, nem perde tempo e chama a polícia.

Homofobia é crime inafiançável e imprescritível.

 

GRATIDÃO

Oi gente. É muito importante empoderar mães. E mãe tem de todo jeito: que gesta na barriguinha, no coração, tem pães...  A gente sabe que nada, nunca, vai ser suficiente para demonstrar o afeto e a gratidão por esse ser abençoado. Mas a gente pode mandar um cartão para as amigas, a colega de trabalho, quem está nessa jornada de tanto amor. Dia das mães é todo dia.

 

HUMANIZAR

Estamos vivendo um novo tempo.

Fazer parte da transformação exige muita empatia.

No mundo todo, as manifestações são para que o “Ser Humano” seja valorizado.

Para isso, nós precisamos ser humanos. Humanizar é parte da evolução.

“Ser Humano é importante”.

 

QUERELANTE

Um poema para ajudar na contrapartida

Nos acordes sustenidos por você, sintomas de saudade, teimosos... 

Mas, a brutalidade do real me devolve à lucidez crua.

Uma chuva morna tamborila as coisas nessa mineiridade “lenta”.

Tão diferente da tempestade que deságua em mim...

Agora, sorrisos inúteis são meus passaportes...

Ditames doces da ilusão.

Nossa...

Deus me livre de uma pandemia de paixão.

Pior inventor que existe é esse tal de coração.

Antes de tudo isso, eu era um outro tempo. 

Era uma estação de frias chegadas, de acenos ensaiados nas partidas... 

Mas meus embarques já estavam lassos... 

E, nessa estrada estreita chamada de mundo, onde somos todos tão iguais validando nossas diferenças em prazos indefinidos, sigamos...

Nas nossas bagagens os chamados que calamos, a liberdade que gritamos. 

Paralisantes, recuadas e sedentas, enaltecidas pela superação, entrelaçamos.

Desde então cronômetros mudaram para o meu peito: e o amanhã, será que vem? 

E, lá está a fé com seus conselhos: despoje de suas inquietações. 

Reside nessa força de ânimo uma nascente latejante de poentes doces... 

Mas incandescentes!

Tantas frases rebuscadas ecoam sem sentido. Estou mesmo é querelante de você...

 

OPORTUNIDADE

Um mundo de muitos "Pilatos"

A comunicação assertiva é única “vacina” pronta para o ‘vírus da desinformação’, agigantado pela supremacia da fake news.

Antes de Darwin, lá para 1800 a “adaptação” já era a resposta.

Ninguém merece essa disputa birrenta de gente 'cultivando' político de estimação.

O que vence a dificuldade é a competência. 

Se não, a solução de hoje vira o problema de amanhã.

É preciso se debruçar na busca de respostas baseadas em dados. 

Redesenhar, com excelência, a cadeia de suprimentos. Tudo vai redimensionar.

A interação humana mudou. Tecnologia “já é”. Inovação virou rotina.

Mantenha a transparência. Informação rápida, consistente e precisa. 

Sobreviverá quem beber na fonte da verdade. Fato é fato. Pare de ‘relativar’.

Em tempos incertos e obscuros, equidade é caminho progressista.

Simule cenários e teste. A fábula da formiga e da cigarra é a história do momento.

O COVID-19 não é única ameaça. Menos miopia e maior capacidade visionária.

Toda crise tem oportunidades. Reveja seus pontos fracos. Cuidado com os gatilhos.

A história mostra: reposta em meses, recuperação em anos.

Escreva um novo capítulo: Chegue na frente.

E lembre-se: às vezes quem estava certo morre crucificado, a humanidade nunca foi muito boa para escolher.

SER

Por que um vírus que tira seu ar? Que impede aproximação?  

Quem sabe para resgatar sua missão. Talvez para aprender a dar valor ao que de fato importa. Para provocar o isolamento social e promover salvamentos. Porque nesse encontro obrigatório consigo mesmo estão verdades esquecidas. De um jeito cruel o capitalismo ruiu temporariamente. E no meio de tanto risco, você pode ser a proteção que o mundo precisa. Entre avalanches de medos, mortes e memes lhe é dada a oportunidade de se retirar da multidão, de olhar para si mesmo. De ficar só. De se reencontrar. E, se desprovido de ignorâncias e empoderado de honestidades, quem sabe conseguir se autoanalisar. Tenha coragem de ficar na sua própria companhia e reze pelas pessoas que precisam sair: o profissional de saúde, o atendente da farmácia, o caixa do supermercado... E, tantos outros indivíduos fabulosos que lhe restauram, matam sua fome, mantém sua vida. Honre quem cuida de você ficando em casa, em paz, no seu canto, dedicado a cuidar do que há tempos era adiado. Diante da pandemia, o “ter” não se sustenta, por isso é mais do que uma doença, é uma oportunidade de SER...

 

FORTALEZA

Nesse tempo de recolhimento ponha em prática o perdão e abençoe a tudo e a todos. Se passa por algo difícil... é porque Deus lhe permitiu crescer. Aceite sua fase de evolução com bondade e paciência. Troque a raiva, o rancor e o medo por harmonia, resiliência e fé. Sem vitimismo. Seja responsável, também, pelo que está acontecendo. Esse é o caminho da paz, da cura e da felicidade. Ficar bem é uma decisão. Perceba suas escolhas e valorize o agora. E lembre-se: nunca julgue. Ninguém sabe, realmente, o que vai no coração alheio. Veja o melhor nas pessoas. Cuide da própria vida, seja generoso e gentil. Justiça, honestidade e fortaleza. Avante: a vida espera por sua presença e por sua participação. Temos uma missão de amor. Gratidão sempre.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fabiana Silbor
Sobre Fabiana Silbor
Fabiana Silbor é Professora Universitária, radialista, apresentadora de televisão, jornalista, palestrante, gestora empresarial, articulista e pesquisadora nas áreas de ciências sociais e empresariais. Referência midiática, ela está no Jornal de Uberaba há nove anos, com uma página que promove conteúdo exclusivo, reflexões modernas, complexas e com doses cítricas. Fabiana Silbor foi repórter e apresentadora das Redes Integração, afiliada Globo, e Bandeirantes de Televisão.
Uberaba - MG
Atualizado às 18h43 - Fonte: Climatempo
32°
Nevoa seca

Mín. 19° Máx. 36°

30° Sensação
7 km/h Vento
24% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (25/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 38°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (26/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 37°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias