PMU
Curso

Prefeitura e Estado capacitam técnicos para o Programa Certifica Minas

O curso é ministrado Faculdades Associadas de Uberaba - Fazu

11/09/2019 06h00
Por: Redação

A Prefeitura de Uberaba em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais - Seapa, capacita técnicos para o Programa Certifica Minas - Frango Caipira. A busca pelo selo de qualidade beneficia, inicialmente, os criadores da Comunidade de São Basílio. O curso, a cargo do coordenador do Programa Certifica Minas da Seapa, Francisco Lara e do auditor do Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA, Maurício Pontes, é ministrado Faculdades Associadas de Uberaba - Fazu. Cerca de 30 técnicos da Emater e da Secretaria Municipal do Agronegócio (Sagri) participam das aulas, além de fiscais do IMA e professores da Fazu e Instituto Federal do Triangulo Mineiro - IFTM.

O zootecnista Francisco explanou sobre a política pública do Certifica Minas, demonstrando o funcionamento, os seguimentos e as vantagens de os produtores aderirem ao programa. Frisou que a adesão é voluntária, propiciando completa assistência por consultor técnico, incluindo adequações ao sistema de produção. “São analisadas também as questões sociais, ambientais, técnicas e produtivas, e ao final, atendidos os requisitos, o produtor recebe o selo do Certifica Minas”, relatou.

Francisco Lara detalhou o critério técnico, um dos principais e que chama muita atenção dos criadores de frango caipira. “Ele vai desde a criação (sinergia entre galpão e os pastos), passando por bioseguridade, nutrição, manejo, bem-estar animal e gestão da propriedade”, relatou o zootecnista, ressaltando que no item alimentação, além da pastagem, se incluem folhagens e até ração, desde que sem promotores de crescimento.  Já o bem-estar, complementou, refere-se à comodidade das aves com acessos adequados aos bebedouros e comedouros, ventilação e temperatura ideais.

Segundo o técnico, Uberaba é a primeira cidade no Estado a capacitar seus técnicos para o Certifica Minas Frango Caipira. Como vantagens do selo, Lara aponta a abertura de mercado. “Com consumidores cada dia mais exigente na busca por qualidade e origem dos produtos, o selo funciona com garantia para estes itens e vários outros”, arrematou. O curso prossegue hoje e amanhã será feita visita com orientações técnicas aos membros da comunidade São Basílio. O diretor de Produção Agropecuária da Sagri, José Geraldo Celani acredita na significativa adesão dos criadores e que o selo virá em médio prazo e entende que o Certifica Minas é fundamental, pois assegura qualidade dos produtos, sustentabilidade dos sistemas de produção, geração de empregos, competitividade e inserção nos mercados nacional e internacional.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias