Sexta, 30 de Julho de 2021
(34) 99869-4433
Esporte Esporte

Mancini reconhece dificuldade na criação e futebol ‘burocrático’

Mancini reconhece dificuldade

21/07/2021 04h00
Por: Euripedes Antonio Campos

Após derrota para o Sport por 1 a 0, nesta segunda-feira (19), treinador do Coelho avaliou que a equipe não tomou as melhores decisões na partida do Independência

O América amargou o terceiro revés consecutivo na Série A do Brasileiro, ao ser batido em casa para o Sport por 1 a 0, com um golaço do atacante Paulinho Moccelin, no encerramento da 12ª rodada. A derrota desta segunda-feira (19), no Independência, não somente estendeu o jejum de vitórias como colocou o Coelho na zona de rebaixamento, com nove pontos, em 17º lugar.

No sábado (24), a equipe do técnico Vagner Mancini terá mais um  compromisso complexo diante do Grêmio, às 17h, em Porto Alegre, outro time que também luta para sair do Z-4. Embora tenha dois jogos a menos do que o alviverde, o tricolor gaúcho ocupa a vice-lanterna, com apenas seis pontos em dez partidas.

Para tentar se recuperar no Brasileirão, o comandante americano tem ciência de que precisa corrigir um erro que tem se tornado a marca do time na temporada: a dificuldade na armação das jogadas e a falta de repertório para atacar os adversários. Após a derrota desta noite no Horto, ele admitiu que esse foi um dos pontos negativos na partida.

“O América teve muita dificuldade, embora tenha jogado a maior parte do jogo no campo de ataque. Nós não criamos com naturalidade. As jogadas foram na maioria das vezes forçadas, um futebol burocrático demais e atrapalhou porque a velocidade do jogo depende da tomada de decisão, e não tivemos as melhores tomadas de decisão. Por isso, o América teve muita dificuldade ao longo do jogo”, analisou.

O Sport foi ao Independência com a intenção de se fechar e se  defender com o maior número de jogadores em seu campo, para jogar no erro do Coelho por meio dos contra-ataques. Apesar da estratégia bem definida por Umberto Louzer, Mancini avalia que faltou à sua equipe mais ímpeto para desmontar o sistema defensivo dos pernambucanos.

“O Sport se propôs a se defender bem, e não teve grande dificuldade com isso, porque não tivemos a velocidade necessária para que incomodássemos do jeito que queríamos”, admitiu.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias