PMU
Homenagem

Governador recebe Grande Colar do Ministério Público por atuação em Brumadinho

O MPMG homenageou 30 pessoas por ações relevantes em Brumadinho

13/09/2019 06h00
Por: Redação
Zema é homenageado pelas ações do governo na reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem da Vale em janeiro - Foto: Marco Evangelista/Imprensa MG
Zema é homenageado pelas ações do governo na reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem da Vale em janeiro - Foto: Marco Evangelista/Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, participou, na quarta-feira (11), da cerimônia de outorga da Medalha do Ministério Público Promotor de Justiça Francisco José Lins do Rego Santos. Ele foi agraciado com o grande colar pela atuação do Estado na reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, em janeiro deste ano.

A honraria é concedida a personalidades - escolhidas por uma comissão de promotores do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) - responsáveis por relevantes contribuições para a sociedade e para a cultura jurídica do país. A entrega da medalha é parte da Semana do Ministério Público, que, neste ano, tem como tema “Combate à criminalidade: diálogos, novas perspectivas e tecnologias”.

O MPMG homenageou 30 pessoas por ações relevantes em Brumadinho. Entre elas, o senador Carlos Viana; o presidente da ALMG, deputado Agostinho Patrus, representado pelo primeiro vice-presidente da ALMG, deputado Antônio Carlos Arantes; além do comandante-geral da Polícia Militar, cel. Giovanne Gomes da Silva; do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, cel. Edgard Estevo da Silva; do chefe de Polícia Civil de Minas Gerais, delegado-geral Wagner Pinto de Souza; e do coordenador-adjunto de Defesa Civil, tenente coronel Flávio Godinho.

Em seu discurso, o governador agradeceu a pronta atuação do MP e a sintonia entre os poderes. Ele lembrou como o governo atuou em relação ao rompimento da barragem: “Tão logo se deu a tragédia, nos deslocamos ao local, juntamente com o procurador-geral de Justiça Sérgio Tonet. Não medimos esforços para, de alguma forma, tentar amenizar a dor e reparar os danos ambientais. Contamos com a atuação generosa e dedicada do Corpo de Bombeiros. Tivemos a presteza da Polícia Civil, que trabalha ainda em busca da identificação de algumas vítimas”.

Romeu Zema citou, também, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que possibilitou “leis de melhor qualidade” em relação às barragens. O governador reforçou, ainda, a importância da união das forças para enfrentar a grave crise pela qual passa o Estado.

“Só conseguiremos superar os desafios, que são de todos os mineiros, caminhando em conjunto. E é por isso que agradeço a sensibilidade e o olhar atento do nosso excelentíssimo procurador-geral, Sérgio Tonet. Minas pede socorro e estamos a postos para encontrar as saídas necessárias, garantindo, assim, um horizonte melhor para o povo mineiro. Juntos, tenho certeza de que conseguiremos devolver a Minas a sua altivez”, declarou.

Já o procurador-geral do MPMG, Antônio Sérgio Tonet, agradeceu o governador pelo respeito às instituições e reconheceu os esforços de Zema “para recompor as finanças do estado”. Ele também relembrou que, no mesmo dia do rompimento da barragem em Brumadinho, completava 17 anos do assassinato do promotor Francisco José Lins do Rego Santos.

“Não podíamos acreditar, mas era uma tragédia. Como já dito, desde o primeiro instante, formada a força-tarefa, composta por valorosos membros e servidores do MP, fomentamos a atuação conjunta das instituições responsáveis por fazer frente à tragédia em todas as suas dimensões: humana, social, ambiental e criminal. A proposta era reunir e articular, garantindo uma reação efetiva e imediata diante de tantos danos, por meio de uma força-tarefa interinstitucional, o que de fato conseguimos”, disse Tonet.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias