Segunda, 02 de Agosto de 2021
(34) 99869-4433
Geral Coluna

Mulherio

Juba Maria

28/07/2019 06h00 Atualizada há 2 anos
Por: Redação

Audiência

No próximo dia 2/8, às 10h, uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais irá debater a adesão das mulheres mineiras à “Carta de Apoio à Proposta de Minas para a Reparação das Perdas Advindas da Lei Kandir”.

A Carta, assinada pelas lideranças dos poderes executivo, legislativo e judiciário mineiros, estabelece os termos de proposta a ser discutida no Supremo Tribunal Federal no próximo dia 5, com a participação de representantes dos entes federados.

 

Projetos

Dois projetos interessantes tramitam na Câmara dos Deputados e, caso aprovados, irão favorecer as vítimas de violência doméstica. 

O Projeto de Lei 3372/19, do deputado Igor Kannário (PHS-BA), exige a apresentação de documento oficial de identificação e comprovante de residência para compra dos ácidos clorídrico (muriático), nítrico, fosfórico e sulfúrico. A ideia é que os dados do comprador sejam anotados em nota fiscal, que será retida pelo estabelecimento.

Já o Projeto de Lei 3138/19 espera obrigar a Polícia Federal a recolher armas de fogo mantidas por agentes e autoridades investigados por violência contra mulher ou submetidos a medidas protetivas. O texto, proposto pelo deputado Denis Bezerra (PSB-CE) altera o Estatuto de Desarmamento. Se aprovado, em caso de condenação, haverá a cassação definitiva do porte da arma.

 

Rio de Janeiro

No Estado do Rio de Janeiro, as denúncias de crimes contra a mulher superaram os chamados da Central 190 da Polícia Militar, conforme divulgou essa semana o Jornal O Globo.

A central recebeu mais de 25 mil queixas de violência contra a mulher, só no primeiro semestre.

 

Impulso

Em Uberaba, mulheres se reuniram nos últimos dias 22 e 23, na Impulso, incubadora da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, para falar sobre a filosofia do projeto que, entre outros, presta apoio à mulheres que tenham sido vítimas de violência doméstica ou ainda estejam em situação de violência.

A enfermeira e pedagoga Eliana Rosa falou sobre divórcio e foi aplaudida. Com discurso emocionante, contou sua trajetória e aspectos que vão do rompimento ao refazimento. Ela está atuando como Ombudswoman do projeto.

Fabiana Oliveira é a mais nova gerente sistêmica da Startup Social que está desenvolvendo o dispositivo de segurança para mulheres cujo objetivo é prevenir a violência contra a mulher. Ela atende mulheres gratuitamente.

 

Unitecne

O okê, projeto inovador de capacitação e geração de renda para mulheres, foi selecionado para o processo seletivo de novas ideias da Unitecne, uma das unidades do Programa de Empreendedorismo e Inovação da Uniube. A apresentação da ideia será no próximo dia 30/07, às 14:30 na sala 2Z105 (Parquelab Uniube), localizado dentro da Universidade de Uberaba (campus aeroporto). Okê é uma palavra guarani que significa “porta”.

 

Atenção

Precisamos estar em alerta para não conduzir mulheres violência doméstica a grupos de autoajuda do tipo “mulheres que amam demais”.

É que a insistência de muitos homens e mulheres em permanecer em relacionamentos infelizes é resultado de uma série de tramas comuns em nossa sociedade e não apenas em relacionamentos abusivos.

Já a violência doméstica não tem a ver com “amar demais”. Trata-se de um adoecimento social baseado na questão de gênero, alimentado pelo machismo inerente à nossa sociedade patriarcal e responsável pela morte de milhões de mulheres em todo o mundo.

 

Estudos feministas

Está linda a edição da revista de estudos feministas da Universidade Federal de Santa Catarina. Entre outros, é possível ler um artigo que apresenta os resultados de uma pesquisa realizada com delegados e delegadas que atuam nas Delegacias Especializadas de Atendimento às Mulheres em 19 regiões de Santa Catarina. 

 

Manutenção elétrica

O 1° Workshop de Manutenção Elétrica Básica Exclusivo Para Mulheres aconteceu na última sexta-feira, 26/7, em uma unidade da Leroy Merlin, em Belo Horizonte. Esse tipo de atividade é fundamental para garantir uma maior independência da mulher.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Juba Maria
Sobre Juba Maria
Jornalista formada pela UFRJ, mãe e poeta, trabalha como Assessora de Comunicação da Infraero. É uma das coordenadoras do projeto AMAi e dá palestras sobre Comunicação Não-Violenta.
Uberaba - MG
Atualizado às 02h05 - Fonte: Climatempo
14°
Poucas nuvens

Mín. 11° Máx. 28°

14° Sensação
23.3 km/h Vento
48% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (03/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Quarta (04/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias