PMU
Golpes

Acusado de aplicar golpes de cartões de crédito é preso pela Polícia Militar

Denúncias informavam sobre um suspeito que se passava por funcionário de banco

13/09/2019 06h00
Por: Redação
Cartões de crédito, máquinas e documentos foram apreendidos com o acusado - Foto: Juliano Carlos
Cartões de crédito, máquinas e documentos foram apreendidos com o acusado - Foto: Juliano Carlos

 

Juliano Carlos

Homem acusado de aplicar golpes do cartão de crédito acabou flagrado e preso pela Polícia Militar minutos antes de fazer mais uma vítima em Uberaba. 

De acordo com informações do cabo da Polícia Militar Renato Gonçalves, os militares da 41ª Companhia receberam denúncias que informavam sobre um suspeito que se passava por funcionário de um banco e estava indo na casa de uma aposentada na rua João Pinheiro, no bairro Boa Vista, para pegar o cartão de banco dela. Os policiais foram nas proximidades da residência e, durante rastreamentos, viram o homem que tentou fugir, mas foi abordado e repassou o nome de Jonathan Reis Silva, de 25 anos. Durante buscas policiais encontraram mais de R$ 1 mil em dinheiro com o suspeito, além de vários cartões de crédito. Eles fizeram diligências, foram até uma pensão na rua Prata, no bairro São Benedito, e, durante buscas, encontraram quatro máquinas de cartões de créditos, mais dinheiro e documentos falsos.

Ainda de acordo com o policial, J. pertence a uma quadrilha que age em todo o país, sendo que os criminosos ligam para as vítimas e falam que os cartões de crédito estão com risco de fraude ou clonado, e que vão enviar um “funcionário” para recolher o cartão da vítima. Em seguida, o criminoso vai até à residência das vítimas, pega os cartões e fazem transações bancárias, saques, compras e empréstimos. O acusado de estelionato foi levado para a delegacia e durante consultas foi constatado que ele tinha mentido o nome e se chamava na verdade de Jonathan Barbosa dos Santos, de 25 anos, e tinha mandado de prisão em aberto com a pena de 12 anos para ser cumprida. O foragido da Justiça e acusado de estelionato foi levado para Penitenciária Professor Luiz Ignácio de Oliveira onde permanece à disposição da Justiça. (JC)

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias