PMU
Homicídios

PC conclui inquéritos de homicídios e indicia suspeitos

Juliano Carlos

13/09/2019 06h00
Por: Redação
Acusado de estuprar e matar mulher em casa no São Benedito continua foragido - Foto: Juliano Carlos
Acusado de estuprar e matar mulher em casa no São Benedito continua foragido - Foto: Juliano Carlos

Delegado da Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil em Uberaba concluiu o inquérito da morte de um idoso que foi espancado no bairro Pontal.

Durante entrevista coletiva, ontem, o delegado de Polícia Civil Ciro Moreira explicou que durante as investigações sobre a morte do pintor Geraldo Dirceu Duarte, de 57 anos, foi constatado que ele foi assassinado por engano por um homem que tinha o confundido com suspeito que praticou ato obsceno, mostrando o pênis para esposa.

A autoridade policial disse ainda que durante as investigações o suspeito de ter praticado o ato foi identificado e que outro homem emprestava o carro Volkswagen Saveiro de cor branca, com placas de Uberaba para amigos e que dias antes do crime esse homem mostrou os órgãos genitais para a esposa do acusado no bairro Beija-Flor.

Ciro destacou ainda que o suspeito foi identificado do ato sexual, confessou o crime e também vai ser indiciado.

 

O crime – O homicídio aconteceu na rua Coleirinha no dia 30 de julho, no bairro Pontal, onde Geraldo estacionou o veículo e foi surpreendido por um casal que estava em uma caminhonete. O homem que o acusava de ter mostrado os órgãos genitais para a esposa começou a agredi-lo e o espancou. A vítima, que ficou ferido em estado grave, foi socorrida por militares do Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), mas não resistiu aos ferimentos. No dia do espancamento, câmeras de segurança flagraram o suspeito e a esposa discutindo com testemunhas do crime. Cerca de uma semana após o homicídio, o casal compareceu na delegacia para prestar depoimentos, mas preferiu o silêncio. 

Ainda segundo a autoridade policial, o acusado vai ser indiciado por homicídio qualificado. “Vamos indiciá-lo por homicídio qualificado por meio cruel de ter provocado sofrimento a vítima” concluiu Moreira.  

 

Estuprada e morta - O outro caso finalizado pela Polícia Civil foi de uma mulher que foi encontrada morta em uma residência na avenida Alberto Martins Fontoura Borges, no bairro São Benedito. A localização do cadáver aconteceu no dia 8 de agosto, quando moradores sentiram o mau cheiro, foram ao imóvel e encontraram a mulher nua, com as mãos amarradas para trás e sinais de violência sexual. Os investigadores da PC fizeram levantamentos e identificaram o suspeito Eurípedes Barsanulfo Silva Nascimento, de 32 anos, que residia no local.

Segundo as investigações, ele abusou sexualmente da mulher, que foi identificada posteriormente como Hellen Daiana dos Santos, e em seguida praticou o assassinato. Na época dos fatos, os policiais receberam denúncias anônimas que havia outro corpo enterrado no quintal da residência e equipes do Corpo de Bombeiros foram ao local, fizeram escavações mais nada constatado. 

O delegado disse ainda que a namorada do suspeito, identificada como Geisiane Ferreira Andrade está desaparecida e continua sendo procurada. Ele confirmou que Eurípedes já tinha passagem por estupro e mandado de prisão em aberto, mas ainda continua foragido. “Vamos continuar as investigações para prender esse acusado de vários crimes e tentar encontrar a namorada que está desaparecida. Ela pode estar com ele, foragida ou pode estar morta e enterrada em algum outro lugar”, finalizou Moreira.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias