PMU
Seminário

Romeu Zema negocia cooperação econômica e comercial com a China em encontro no Norte de Minas

O seminário reuniu diversas autoridades políticas e mais de 20 empresas chinesas

13/09/2019 15h00
Por: Redação
Romeu Zema negocia cooperação econômica e comercial com a China em encontro no Norte de Minas
Romeu Zema negocia cooperação econômica e comercial com a China em encontro no Norte de Minas

O governador Romeu Zema participou, quinta-feira (12), do 1º Seminário de Inovação de Comércio e Serviços China-Brasil, em Montes Claros, no Norte de Minas, onde se reuniu com cônsules da República Popular da China e com investidores daquele país. Romeu Zema também ouviu as demandas dos diretores da Associação Comercial e Industrial da região e participou da abertura da Feira Nacional Da Indústria, Comércio e Serviços (Fenics).

“O Estado de Minas tem o maior interesse de estreitar relações com a China e que empresas chinesas industriais se instalem aqui. Nós estamos trabalhando para dar segurança jurídica e temos feito grandes avanços. Temos uma localização privilegiada e qualquer empresa que se instala no nosso estado tem grande potencial para vender aos grandes centros consumidores, como São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador”, afirmou o governador.

O seminário integrou a programação da 24ª Fenics (Feira Nacional da Indústria, Comércio e de Serviços), que reuniu diversas autoridades políticas e mais de 20 empresas chinesas, representando um marco nas relações comerciais entre o Estado de Minas Gerais e o gigante asiático. Durante a solenidade, o cônsul da República Popular Da China,  Li Yang, destacou que Minas Gerais tem recursos naturais e urbanos interessantes aos investidores e que a vontade política do Executivo deve estreitar ainda mais esses laços.

Após o seminário, Romeu Zema participou da solenidade de abertura da 24ª Fenics, onde destacou a importância do empreendedorismo na recuperação econômica mineira. “Tenho o compromisso de tornar o Estado de Minas amigo de quem investe, gera postos de trabalho e paga impostos. Não tem como um país se desenvolver e um povo ficar mais próspero se não tivermos uma economia pujante. O que aconteceu no Brasil nos últimos anos foi um inchaço econômico e nós até hoje estamos pagando esse preço. Para uma economia crescer de forma sustentável precisamos de menos Estado e mais empreendedores. E é isso que vamos fazer em Minas, simplificar a vida de quem trabalha”, disse.

Também participaram da solenidade o secretário de Governo, Bilac Pinto; o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe; o prefeito de Montes Claros, Humberto Souto; o senador Carlos Viana; e outras autoridades.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias