Sexta, 24 de Setembro de 2021
(34) 99869-4433
Polícia Polícia

Mulher é detida e comete injúria racial contra militar

Mulher é detida e comete injúria racial contra militar

14/09/2021 04h00
Por: Redação

Após se envolver em uma briga no Bairro Estrela da Vitória, em Uberaba, na noite do último sábado (11), uma mulher de 32 anos foi detida e cometeu crime de injúria contra um dos policiais que atendia a ocorrência. Segundo a Polícia Militar (PM), ela também insultou outros militares e profissionais de uma unidade de saúde. Outros três envolvidos na confusão se comprometeram a comparecer ao juizado especial criminal e foram liberados.

De acordo com o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), a PM foi chamada na Avenida Canaã para atender uma rixa envolvendo várias pessoas. No local, os militares tiveram que usar bastões e disparar balas de borracha, pois os autores não obedeciam às ordens e começaram a arremessar cadeiras e latas nos policiais.

Após certo tempo, três jovens foram detidos. Um dos rapazes, de 22 anos, alegou que estava com o amigo, também de 22 anos, em uma confraternização, quando viram várias pessoas brigando na rua. Nesse instante, eles também foram puxados para a confusão e passaram a ser agredidos com socos e chutes, causando escoriações. O amigo confirmou a versão dada pelo rapaz.

Já o jovem de 28 anos contou apenas que houve um desentendimento com outros indivíduos, causando uma briga generalizada, e que a irmã dele – a mulher de 32 anos – estaria sendo agredida por outra mulher e outros indivíduos, e que apenas foi defendê-la.

Segundo a PM, não foi imposta prisão em flagrante aos três rapazes, pois eles assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), se comprometendo a comparecem no juizado especial criminal quando intimados. Eles foram encaminhados à Unidade Pronto Atendimento (UPA) São Benedito e foram liberados.

 

Injúria racial - Ainda conforme a PM, a mulher estava bastante exaltada e dizia a todo momento para as equipes policiais "por que vocês não prendem traficantes e bandidos, seus covardes?". Ela também questionou o motivo de deterem o irmão dela, de 28 anos, e relatou que estava lesionada e que ninguém fazia nada.

A PM também foi ofereceu à mulher a opção de assinar o TCO para ser liberada, mas ela se recusou e passou a gritar xingamentos contra os militares. Ela ainda afirmou que o pai dela é militar e que nenhum dos policiais que estavam na ocorrência a fariam assinar o documento.

Diante disso, a PM teve que conduzir a mulher até a UPA antes de levá-la até delegacia. Ela continuou xingando os policiais, deu chutes e empurrões e resistiu à prisão, sendo necessário algemá-la.

Ao chegarem à UPA, ela voltou a gritar com os policiais e passou a gritar, também, com os profissionais de saúde. Após ser atendida, a mulher foi levada até a delegacia, onde começou a ofender um soldado com injúrias raciais.

Enquanto ele olhava os dados no celular para lançar a ocorrência no sistema, a mulher disse "preto sem vergonha, está namorando no celular, vai fazer minha ocorrência vagabundo, e pode escrever aí que te xinguei de preto que não dá nada não. Você é preto, magro e nojento".

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Uberaba - MG
Atualizado às 17h23 - Fonte: Climatempo
34°
Nuvens esparsas

Mín. 19° Máx. 36°

32° Sensação
15 km/h Vento
22% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (25/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 38°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (26/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 37°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias