Terça, 25 de Janeiro de 2022
24°

Nuvens esparsas

Uberaba - MG

Cidade Cidade

Técnica da voz falada e cantada na evolução do conhecimento humano

Técnica da voz falada e cantada

26/09/2021 às 04h00
Por: Redação
Compartilhe:

Arahilda Gomes Alves 

 

A voz é o mais rico dos instrumentos e que merece cuidados tantos, quantos os que dedicamos à nossa formação-física, intelectual e moral. Ela é a chave de nossas derrocadas e sucessos. Identifica nossos estados d’alma, fraquezas, doenças e atitudes. Se os olhos são espelho da alma, a voz também, o é. Há diversos timbres de voz não condizentes com o ser humano: fanhosos, gritantes, opacos e sem brilho, reticentes, vozes de trovão, machucantes e que fazem dormir.... Há vozes profissionais como as dos cantores, comunicadores e professores. Por isso, a educação vocal não se aplica, apenas a cantores. Serve-se de sua técnica, todos os que desejam anexar um tributo a mais `personalidade. A impostação vocal é a técnica recorrente a uma voz bem timbrada, clara, flexível fora da emissão gutural, que provoca fadiga vocal, dores no peito, vexames, etc. Primeiro passo é conscientizar-se de sua emissão. Assim como os instrumentos musicais trazem características de timbre, que os fazem ressoar- agudos ou graves de acordo com o tamanho dos tubos ou das cordas de que são feitos, também, a voz tem qualidades inerentes aos tecidos cartilaginosos, que as compõem. Pelo tamanho e pela espessura dessas cordas, erroneamente assim chamadas, as “pregas vocais” ressoam com entonações graves, médias e agudas. Mas dentre essas, há predominância de uma delas que pode se expandir, avolumar-se sem risco de perda de voz, tão comuns às pessoas que abusam delas como se fossem instrumentos que arrebentam a corda e podem ser trocadas por outra. Quando a voz sofre influencias dentro das causas várias como da lei do menor esforço (ausência de dentes, implantes defeituosos); de ordem cultural (defeitos orgânicos como a rouquidão e a língua pregada); influências do meio (fraqueza muscular); influências da língua (regionalismos); falta de percepção (pouca audição, palatização do – t- e – d – e o sigmatismo (falar assoviado nos esses e erres); defeitos de articulação (troca das dislabiais – b- por –p- ou por deformação provocada pela preguiça nas supressões finais das palavras; também os defeitos de articulação provocados por lábios leporinos, goela de lobo e língua presa, salvo anomalias, que mereçam interferências cirúrgicas, pode a voz passar por processo técnico evitando-se que elas adquiram defeitos insanáveis. São exercícios de técnica vocal- a impostação- que trarão mais saúde à voz e consequentemente, maior rendimento com mínimo de esforço. A postura, a respiração, o falar à flor dos lábios serão recursos técnicos que auxiliarão a voz saudável. A respiração é a base de toda a técnica para falar ou cantar. Quem respira bem, fala ou canta bem. A articulação e a ressonância são atributos auxiliares da voz saudável, quando a respiração fônica é bem feita. Quem respira mal, não consegue emitir seu pensamento, com clareza.

Não devemos gastar o “capital” da voz, segundo pensamento de estudiosa sueca. Mas os “juros”: não se expor demasiado ao sol, não fumar ou ingerir bebidas alcoólicas, não falar em ambientes barulhentos e com corrente de ar, não gritar e nem falar fora da tessitura, não abusar de gelados. Tudo isso desgasta a voz, porque seria perda de “capital”.

Usar os “juros seria falar na tessitura, à flor dos lábios”, empregar, corretamente, a respiração diafragmática, fazer exercícios apropriados tais como relaxamento, ginastica facial, exercícios vocalizadores ocasionando comunicação verbal condizente com atributos físicos, intelectuais e morais somados à personalidade de cada um.

Vozes educadas não passarão por círculos viciosos, onde a falta de conscientização em bem usá-la provoque rouquidão, medo, insegurança e vice-versa. São processos físicos gerando processos psiquiátricos, que, por sua vez, acarretam outros orgânicos, em “círculos viciados”...

Costumo afirmar que, se o silêncio é de ouro, a voz é muito mais preciosa!

 

Arahilda Gomes Alves - Cadeira 33 ALTM; vice-presidente -2ª-gestão; membro Academia Poetas Portugueses e Academia Letras e Artes Portugal; cônsul Poetas Del Mundo; Academia Internacional do Brasil; diretora cofundadora Fórum Articulistas de Uberaba e Região. Partícipe Rede Sem Fronteiras; sócia Poemas à Flor da Pele.  Dois primeiros lugares em Contos (R.S) e Feira do Livro (México). Crônica (2018). Escreve crônicas no JU desde 1993.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Reflexões
Reflexões
Sobre Artigos diários
Uberaba - MG Atualizado às 20h07 - Fonte: ClimaTempo
24°
Nuvens esparsas

Mín. 18° Máx. 30°

Qua 31°C 18°C
Qui 30°C 18°C
Sex 31°C 19°C
Sáb 30°C 20°C
Dom 29°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias