Quarta, 08 de Dezembro de 2021
18°

Poucas nuvens

Uberaba - MG

Agronegócio agronegócio

Deputado do agro pede investigação da PF para apurar invasão à Aprosoja Brasil

Deputado do agro

17/10/2021 às 04h00
Por: Redação
Compartilhe:
Uma violência gratuita e covarde praticada por quem nada produz contra o setor produtivo responsável pela geração de emprego, diz Jerônimo Goergen
Uma violência gratuita e covarde praticada por quem nada produz contra o setor produtivo responsável pela geração de emprego, diz Jerônimo Goergen

O deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS) repudiou veemente, nesta quinta-feira, 14, os atos de vandalismo que depredaram e picharam a sede da Aprosoja Brasil, em Brasília. O parlamentar encaminhou ofício do Diretor-Geral da Polícia Federal, Paulo Gustavo Maiurino, pedindo que a corporação identifique os invasores e, principalmente, os organizadores do ato.

“Há um simbolismo muito grande nisso tudo. Uma violência gratuita e covarde praticada por quem nada produz contra o setor produtivo responsável pela geração de emprego, renda e divisas para o país”, criticou. O deputado também espera que o presidente da República, Jair Bolsonaro, tome as devidas providências.

O parlamentar cobrou ainda a reabertura do debate sobre a criminalização dos movimentos que se valem de ações violentas. O deputado é autor do Projeto de Lei 9604/2018, que tipifica como terrorismo as invasões de terras, prédios públicos e privados, bem como a depredação do patrimônio. “O Congresso Nacional precisa responder à altura e dar um basta nesse tipo de articulação terrorista. Movimento social debate, pressiona, se mobiliza, cobra do Parlamento. Já os grupos terroristas quebram, queimam, depredam, picham, praticam o cárcere privado. O jogo democrático precisa ter regras”, ressaltou.

O deputado ressalta que a ação criminosa praticada contra a sede da Aprosoja Brasil viola um dos principais fundamentos previstos na Constituição: o direito à propriedade. “Vivemos um ambiente de extrema polarização. Isso é bastante perigoso e só faz aumentar a tensão política e social em véspera de ano eleitoral”, concluiu o parlamentar.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias