Terça, 25 de Janeiro de 2022
29°

Trovoada

Uberaba - MG

Estado de Minas Estado de Minas

Zema processa deputada por danos morais após tuíte falso sobre Marília Mendonça

Zema processa

19/11/2021 às 04h00
Por: Redação
Compartilhe:
Romeu Zema - Foto: Cristiane Mattos
Romeu Zema - Foto: Cristiane Mattos

O governador Romeu Zema (Novo) entrou com uma ação por danos morais nesta terça-feira (17) contra a deputada estadual Beatriz Cerqueira (PT). Segundo o governador, a parlamentar divulgou de forma intencional uma notícia falsa a seu respeito após a queda do avião em que estava a cantora Marília Mendonça no dia 5 de novembro em Caratinga, município do Vale do Rio Doce.

Na ação, que também é assinada pelo partido Novo, Zema pede uma indenização de R$ 20 mil, a retirada da publicação do ar e que Beatriz Cerqueira publique uma nota de retratação.

Horas após a queda do avião da cantora, circulou nas redes sociais uma montagem de uma publicação atribuída ao perfil de Zema. “O Corpo de Bombeiros apurou que a falta de sinalização de torres elétricas de alta tensão da Cemig acarretou o acidente que decorreu na queda do avião onde estava a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas. A Cemig precisa voltar a investir em Minas Gerais #PrivatizaCemigJá”, dizia o governador na suposta publicação.

A mensagem, no entanto, é falsa: Zema nunca publicou o texto. No dia 6 de novembro, Beatriz Cerqueira foi às redes sociais e criticou a suposta fala do governador: “É repugnante a tentativa do Governador Zema de associar a morte da Marília Mendonça e demais ocupantes da aeronave com a suposta necessidade de privatização da Cemig. Aproveitar de uma tragédia que abalou o país para vender sua ideia privatista é inaceitável e desrespeitosa!”, escreveu a deputada, que teve 2.400 curtidas.

Na petição judicial, Zema e o Novo argumentam que a publicação da deputada causou sérios prejuízos às suas respectivas imagens, com potencial para prejudicar o governador na disputa eleitoral e também causar prejuízos ao partido — os advogados defendem que a publicação pode afastar potenciais novos filiados do Novo, que sobrevive da contribuição de seus membros.

“Fica evidente a má-fé da Primeira Ré [Beatriz Cerqueira] ao realizar a publicação. Isto porque, ainda que supostamente a Primeira Ré, por mero equívoco, não tivesse o cuidado de verificar a veracidade da postagem, o que não se espera de um parlamentar, ela foi avisada pelos próprios usuários da rede que se tratava de notícia falsa, e, mesmo assim, não só deixou de esclarecer o ocorrido – como também manteve a postagem”, sustenta a petição.

Beatriz Cerqueira é uma das integrantes da CPI da Cemig. Por meio da assessoria de imprensa, ela disse que não foi notificada da ação contra ela e que soube da iniciativa do governador pela imprensa.

“Vou aguardar ter acesso ao processo para me manifestar, mas adianto que a iniciativa me parece uma tentativa de coibir minha atuação parlamentar considerando todo o trabalho que desenvolvo seja na CPI da Cemig, na Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia e na fiscalização e questionamento do Executivo. Imagine se cada parlamentar que discorda do governo passar a ser intimidado com ações deste tipo?”, disse a parlamentar em nota.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberaba - MG Atualizado às 17h46 - Fonte: ClimaTempo
29°
Trovoada

Mín. 18° Máx. 30°

Qua 31°C 18°C
Qui 30°C 18°C
Sex 31°C 19°C
Sáb 30°C 20°C
Dom 29°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias